D.JOÃO I - 1/5 de Real de 10 Soldos (De rolo)

Moderadores: numisiuris, crislaine, Jacinto Silva, Praça, palves, LMACHADO, Moderador de Honra

Monge
Reinado D.Manuel I
Mensagens: 1133
Registado: quinta abr 26, 2012 10:59 pm

D.JOÃO I - 1/5 de Real de 10 Soldos (De rolo)

Mensagempor Monge » domingo ago 13, 2017 2:54 pm

Para os que dizem quem na cunhagem a martelo não há moedas de rolo apresento esta:
Imagem
Adquirida hoje na Ribeira para não regressar a casa de mãos a abanar...

numisiuris
Reinado D.Henrique
Mensagens: 987
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Re: D.JOÃO I - 1/5 de Real de 10 Soldos (De rolo)

Mensagempor numisiuris » domingo ago 13, 2017 8:28 pm

Já a tinha visto! Muito bom estado de conservação! :)

A questão que levanta no título não é desplicente, e é bem pertinente. Que moeda será esta? Em termos de análise este é um dos grupos em que tivémos melhor amostra. 27 moedas, com peso médio de 0,81g, mediana de 0,78g, com mínimo de 0,24g e máximo de 1,36g. Média de liga 0,26% de prata, com mediana nos mesmos valores e com máximo de 0,73% e mínimo de 0,16%.

O quarto ou quinto real de 10 soldos sem arcos lobados deu 22% de prata. E este, pelo estilo da coroa, e teor de prata, encaixará talvez no quinto real de dez soldos e corresponderá eventualmente à moeda física de dois soldos, mencionada pelo menos em dois documentos. Mas a moeda do post? Será um quarto ou quinto de real, ou a última emissão de meios reais de dez soldos? É que, de 1385 a 1397, vão bastantes anos e uma inflacção considerável. Em 1397 o real de dez soldos terá 3,5% de prata com 2,25g (13 exemplares analisados por Gomes Marques). De qualquer modo, a verdade é que Gomes Marques indica também a existência de moedas com prata marginal, que porventura corresponderiam a últimas emissões já quase só em cobre. E a verdade é que os reais de dez soldos das rosetas apresentam uma média de prata de 2,2% apenas. Nas 27 moedas que analisámos, teremos talvez que separar dois tipos. O que tem separadores no anverso compostos por uma arruela grande com ponto ao centro; e o que tem dois pontos como separador no anverso. Geralmente a primeira destas tipologias tem módulo mais reduzido. Ainda assim, encontra-se de tudo ao nível de peso e diâmetro, não existindo sequer proporcionalidade entre o tamanho dos discos e o diâmetro das circunferências. Eu estou inclinado para considerar a moeda deste post um meio real de dez soldos, a correr como primeira tentativa de moeda fiduciária por valor superior ao soldo. Mas é a minha opinião apenas. Os dados são estes. Discuta-se! :)


Voltar para “D. João I”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante