A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

Moderadores: Praça, LMACHADO, palves, Jacinto Silva, crislaine, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
FREANUMIS
Reinado D.Carlos
Mensagens: 117
Registado: quarta dez 19, 2012 11:31 pm

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#11 Mensagem por FREANUMIS » quinta jul 26, 2018 6:18 pm

jdickson Escreveu:Não percebo nada de ceitis.
Dito isto:
1. A empresa certificadora é a NGC, pois é possível reconhecer o logotipo no papel mostrado. Esta empresa passou por algumas vergonhas, como ter certificado como bom um centavo de 1922 falso. Assumiu o erro, não sei o que aconteceu à moeda em questão e, coincidência ou não, o que se tem verificado com várias moedas desde então, é uma atitude de maior prudência, o que leva, por exemplo, a empresa a não certificar moedas das quais não há registo oficial da sua existência (como aconteceu recentemente comigo com um ensaio de cobre de uma moeda de 2500 escudos de Cabo verde, absolutamente verídica, mas da qual não existe um registo na INCM e ainda com outro ensaio de uma moeda da Albânia das quais existem muitas falsificações, não querendo a NGC correr qualquer risco).
A questão principal reside, então, no seguinte: uma certificação de uma empresa idónea como a NGC é suficiente para dar garantias sobre a veracidade de uma moeda?
A minha opinião é de que...não, não dá garantias absolutas mas é um factor fortemente a favor da genuinidade de uma moeda, sendo que essa genuinidade será mais provável se se tratar de uma cunhagem mecânica (o que não é o caso).
A minha atitude em relação a esta questão é a de mandar certificar moedas sobre as quais tenho dúvidas (apesar de ter, em relação a essas moedas, alguns dados que apontam para ser verdadeiras, caso contrário coloco-as logo de parte) e o veredicto, até agora foi, em 5 moedas batidas, 4 certificadas como boas.

2. As dúvidas levantadas sobre o estilo da moeda fazem algum sentido (caso do "empastamento" das letras, por exemplo), mas essa é uma lógica que se aplica a outro tipo de moedas e tenho muitas dúvidas que se possa aplicar a este caso. A verdade é que, pura e simplesmente, não sabemos qual o aspecto de um ceitil destes não circulado e isso pode fazer toda a diferença. Correndo o risco de me estar sempre a repetir, se não soubéssemos que o aspecto de um cobre de D. João PR NOVO é aquele, com uma falta de detalhes incrível, rapidamente classificaríamos todas as moedas com algum vestígio de circulação e sem brilho de cunhagem, como de MBC para baixo, o que seria uma injustiça. Portanto, o conhecimento do aspecto de uma moeda não circulada, dá-nos informações muito importantes para depois podermos avaliar adequadamente outros exemplares. E, em ceitis não circulados, ainda para mais de D. Sebastião, o que é que temos? Muito pouco, para não dizer rigorosamente nada...

3. Também acho que o teor "encriptado" do post não resulta. Parece mais um desabafo em tom de mensagem pessoal do que outra coisa.
Por isso, caro Pinto, se achares que este tema é uma mais valia para o fórum, explica melhor o que se passa, porque para além de ti e da outra pessoa envolvida, o resto do pessoal está a ver navios... :think:
Ola Jorge

Este post Vem no seguimento de coisas ditas e transcritas no post que passo a mencionar.

viewtopic.php?f=129&t=120333&start=80

Agora cada um que tire as suas ilações,e se a pessoa que disse o que disse naqueles emails à pessoa que me devolveu a moeda por estas ser falsa ou restaura,que venha cá e que explique qual foi a ciência que usou para chegar a essa conclusão,porque para mim,a moeda é verdadeira e será sempre verdadeira, é a minha opinião.

Agora se achas que a muita gente a ver navios,não tenhas tanta certeza,mas tem sempre a possibilidade de ver aviões :erofl: :erofl: :erofl:


_________________
FREANUMIS MEGA LEILOES - http://megaleiloes.pt/leiloes-de-FREANUMIS
COMPRO E VENDO TODO O TIPO DE MOEDAS E NOTAS,NACIONAIS E ESTRANGEIRAS
TLM-968067020 - freanumis@gmail.com - site - WWW.FREANUMIS.COM

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4566
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#12 Mensagem por carlos47 » quinta jul 26, 2018 7:06 pm

Eu já esperava que fosse isto,só podia ser :duel:
:rotate:

FREANUMIS
Reinado D.Carlos
Mensagens: 117
Registado: quarta dez 19, 2012 11:31 pm

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#13 Mensagem por FREANUMIS » quinta jul 26, 2018 7:12 pm

carlos47 Escreveu:Eu já esperava que fosse isto,só podia ser :duel:
:rotate:
Você é um dos que não estava a ver Navios :erofl: :beer: :erofl: :beer:
_________________
FREANUMIS MEGA LEILOES - http://megaleiloes.pt/leiloes-de-FREANUMIS
COMPRO E VENDO TODO O TIPO DE MOEDAS E NOTAS,NACIONAIS E ESTRANGEIRAS
TLM-968067020 - freanumis@gmail.com - site - WWW.FREANUMIS.COM

laram
Reinado D.Miguel
Mensagens: 308
Registado: segunda jun 30, 2008 6:29 pm

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#14 Mensagem por laram » quinta jul 26, 2018 8:49 pm

Boa noite caros foristas

Portanto, o conhecimento do aspecto de uma moeda não circulada, dá-nos informações muito importantes para depois podermos avaliar adequadamente outros exemplares. E, em ceitis não circulados, ainda para mais de D. Sebastião, o que é que temos? Muito pouco, para não dizer rigorosamente nada…

Concordo plenamente.
Abraço
CP

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4566
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#15 Mensagem por carlos47 » quinta jul 26, 2018 10:06 pm

FREANUMIS Escreveu:
carlos47 Escreveu:Eu já esperava que fosse isto,só podia ser :duel:
:rotate:
Você é um dos que não estava a ver Navios :erofl: :beer: :erofl: :beer:
É que eu comecei por procurar um submarino :erofl:

Avatar do Utilizador
rmj1234
Reinado D.Luís
Mensagens: 169
Registado: quinta mai 29, 2014 9:18 pm

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#16 Mensagem por rmj1234 » quinta jul 26, 2018 10:15 pm

Boa noite,


Mais uma saga…..da Rita e do Alexandre….. Capitulo 2 !

A ver Navios……..
Ai se eu fala se ... calado digo tudo!

Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5853
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#17 Mensagem por silvio2 » sexta jul 27, 2018 8:12 am

rmj1234 Escreveu: Mais uma saga…..da Rita e do Alexandre….. Capitulo 2 !

A ver Navios……..
Imagem Imagem
Cumprimentos,
Sílvio Silva

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10697
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#18 Mensagem por tm1950 » sexta jul 27, 2018 10:12 am

Com os dados disponíveis, parece-me que esta transacção decorreu dentro da normalidade. Ora vejamos:
1. A NGC é de opinião que a moeda é boa.
2. O vendedor é de opinião que a moeda é boa, opinião reforçada com o conteúdo do ponto anterior.
3. O comprador comprou tendo por base a sua opinião, alicerçada nos dois pontos anteriores.
4. O comprador altera a sua opinião sobre a genuinidade da moeda, possivelmente após tomar conhecimento de mais informação sobre o exemplar.
5. O comprador devolve a moeda e o vendedor aceita a devolução.
Embora não sendo uma transacção habitual considero-a normal e demonstradora da boa fé das partes.

Este caso faz-me recordar o dia a dia das empresas de certificação, das leiloeiras e dos vendedores em geral.
Todos estes se limitam a dar a sua opinião sobre as peças que analisam ou põem à venda e o ónus da prova da genuinidade fica para os outros, os potenciais compradores, os estudiosos, os apreciadores em geral.
Talvez deva ser assim pois a esmagadora maioria dos exemplares são genuínos (nas moedas Portuguesas, poderemos excluir o centavo de 1922, os dinheiros de Afonso I, algumas carimbadas, e mais umas quantas), mas seria interessante conhecer em que se baseiam as opiniões de todos.
Uns, os primeiros, argumentando porque é que o exemplar não pode ser falso e os últimos justificando porque é que o mesmo exemplar pode não ser genuíno.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4566
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#19 Mensagem por carlos47 » sexta jul 27, 2018 10:39 am

A minha mente picuinhas encontra uma tremenda injustiça na sua analise; :erofl:
(Uns, os primeiros, argumentando porque é que o exemplar não pode ser falso)logo é verdadeira
(os últimos justificando porque é que o mesmo exemplar pode não ser genuíno.)logo não se sabe se é...
Desculpem a brincadeira mas...pode ser um caso serio :beer:

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6186
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: A Rita, o Alexandre e a inveja gananciosa

#20 Mensagem por fernanrei » sexta jul 27, 2018 11:03 am

As fotos do ceitil ainda estão disponíveis para apreciação, foi nesse contexto que dei a minha opinião. Gostaria muito de ler outras opiniões, mas sinceras e pessoais, só assim saberei se estou próximo da realidade. O caros ilustres ao invés de comentarem o ceitil, estão a aplicar os recursos intelectuais noutros assuntos menos importantes. Eu estou inclinado para que seja uma moeda genuína, manipulada de forma a evidenciar os relevos. estarei certo ou errado??? É essa questão que deverá ser escrutinada, não os aspetos ligados aos motivos e razões várias, que atormentam algumas mentes e alteram algumas opiniões. Eu continuo a acreditar que partilhamos todos a vontade de continuar a crescer relativamente ao conhecimento numismático. É nesse foco que devemos aplicar os recursos disponíveis, para que seja possível continuar a alimentar aquela paixão que todos temos pelos vários tipos de moedas. :beer:
:D FMMRei :D

Bloqueado

Voltar para “D. Sebastião I”