Graus de conservação de notas

Estados de conservação, artigos, apontamentos, dúvidas e outros assuntos sobre a notafilia

Moderadores: VMNV, José Duarte, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10608
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Graus de conservação de notas

#1 Mensagem por tm1950 » domingo set 21, 2008 5:42 pm

GRAUS DE CONSERVAÇÃO DE NOTAS.


NOVA
Nota não circulada que se encontra absolutamente perfeita em todos os pormenores de impressão, cores e brilho originais e todo o relevo calcográfico.
O papel deve apresentar a superfície perfeitamente lisa, cantos direitos, sem vestígios de dobras, sujidades, ou qualquer tipo de agressões.

QUASE NOVA
Nota não circulada que apresenta alguma, mas apenas uma, ligeira imperfeição: vinco central suave, duas ou três pequenas dobras, superfície ondulada, cantos arredondados.

BELA
Nota que aparenta pouco uso, mantendo intactas todas as características de impressão.
Papel sem perda de elasticidade, com vinco central já mais pronunciado, aceitando-se outra pequena dobra e ligeira sujidade.

MBC
Nota com evidentes sinais de circulação, algum desgaste nos pormenores de impressão (descoloração e perda de brilho).
Papel com vinco central forte, outros vincos laterais, perda de elasticidade e rigidez e várias sujidades pequenas.

BC
Nota com desgaste evidente na impressão, mas sem mostrar interrupções no desenho da gravura.
Papel com perda de elasticidade, embora deva ainda mostrar alguma rigidez, com vários vincos e sujidades, sendo aceitáveis alguns rasgões nas margens, sem falta de papel.

REGULAR
Nota muito usada e danificada, com descoloração da superfície impressa, devendo, no entanto, serem ainda bem visíveis os pormenores mais importantes do desenho.
Papel com rompimento de fibras, especialmente no centro, com perfurações, cantos cortados, margens com rasgões que entram pela mancha, pequenas faltas de papel nas margens.

MAL CONSERVADA
Nota evidenciando intensa circulação e desgaste superficial com perda de coloração.
Papel com obliterações, faltas de papel, rasgões profundos e furos provocados pela destruição do papel.

OBS:
São muito utilizados graus de conservação intermédios, como por exemplo: bela+; QMBC; REG+, etc.


Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
aalves
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3223
Registado: sexta abr 27, 2007 11:19 pm
Localização: Rossas - Vieira do Minho
Contacto:

#2 Mensagem por aalves » quarta set 24, 2008 6:58 pm

Excelente trabalho.

Obrigado por partilhar Celso. :biggthumpup:

Avatar do Utilizador
internauta
Reinado D.Maria II
Mensagens: 299
Registado: domingo jul 05, 2009 9:30 am
Localização: Guarda

Re: Graus de conservação de notas

#3 Mensagem por internauta » sábado jul 11, 2009 9:18 pm

:claps: otimo trabalho vai ser uma mais valia.
Diga não às falsificações!

Avatar do Utilizador
josape
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6076
Registado: quarta dez 17, 2008 11:21 pm
Localização: Ponte-Guimarães

#4 Mensagem por josape » sábado jul 11, 2009 9:41 pm

Bom trabalho, vai ajudar muitos foristas.
José Pereira

mh1967
Reinado D.João II
Mensagens: 1157
Registado: domingo out 05, 2008 1:38 am

#5 Mensagem por mh1967 » sábado jul 11, 2009 9:51 pm

Mais um belo trabalho :clap3: :clap3:
NOTAS PORTUGUESAS

NOVAS A 1 €€€€€€

http://megaleiloes.pt/LEILOES-DE-mh1967

Avatar do Utilizador
EUROESCUDO
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4952
Registado: sábado mar 07, 2009 12:07 pm
Localização: Maia - Porto - Portugal
Contacto:

Re:

#6 Mensagem por EUROESCUDO » sábado jul 11, 2009 9:57 pm

josape Escreveu:Bom trabalho, vai ajudar muitos foristas.
Corcordo em pleno :thumbs:
C/ Melhores cumprimentos:
M E N D E S
€uroe$cudo

Consulta Rápida do Fórum ---- Literatura On-line [PDF]

limburgo
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3915
Registado: domingo mai 10, 2009 10:01 am

Re: Graus de conservação de notas

#7 Mensagem por limburgo » sábado fev 16, 2019 1:05 pm

Eu tenho uma pergunta para os entendidos, uma nota em UNC nao quer dizer que seja Nova?
Se a inveja matasse a humanidade já nao existia.
Cumps Paulo

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10608
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: Graus de conservação de notas

#8 Mensagem por tm1950 » sábado fev 16, 2019 6:01 pm

limburgo Escreveu:Eu tenho uma pergunta para os entendidos, uma nota em UNC nao quer dizer que seja Nova?
Nova é equivalente a UNC. Tal como QNova é equivalente a AU. E assim sucessivamente.
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

RubenGMelo
Reinado D.Fernando
Mensagens: 1397
Registado: domingo ago 04, 2013 11:09 pm

Re: Graus de conservação de notas

#9 Mensagem por RubenGMelo » sábado fev 16, 2019 11:01 pm

tm1950 Escreveu:
limburgo Escreveu:Eu tenho uma pergunta para os entendidos, uma nota em UNC nao quer dizer que seja Nova?
Nova é equivalente a UNC. Tal como QNova é equivalente a AU. E assim sucessivamente.

Por acaso discordo aqui com o Celso, e passo a explicar!

De acordo com a definição de UNC - Uncirculated, uma nota e passo a citar "A note with problems that may include toned paper, a small stain or fading. There will be handling issues but there will be no folds through the design", 1º grau de definição da PMG correspondendo ao 60!

Ora uma nota NOVA, caracteriza-se por e cito: "Nota não circulada que se encontra absolutamente perfeita em todos os pormenores de impressão, cores e brilho originais e todo o relevo calcográfico. O papel deve apresentar a superfície perfeitamente lisa, cantos direitos, sem vestígios de dobras, sujidades, ou qualquer tipo de agressões".

Pelas razões apresentadas, posso considerar que uma nota que não circulou por variadíssimas razões (manchas, humidade, etc) pode não ser uma nota NOVA, considero que uma nota Nova corresponde à denominação Gem Unc, ou seja tudo o que seja acima de 65! Deixo de fora os furos de utilização, pois as certificadoras não os relevam para efeitos de classificação ( algo que discordo também)!

É por estas e por outras que considero o sistema Português de classificação um bocado redutor! Deixo aqui um exemplo de uma nota UNC mas que não é NOVA!

Imagem
Imagem

Esta é a minha interpretação, mas estou sempre aberto a criticas! Gosto de aprender sempre, pois só assim evoluímos!
Cumprimentos,

Ruben Melo

Megaleilões: https://megaleiloes.pt/RubenGM/loja

limburgo
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3915
Registado: domingo mai 10, 2009 10:01 am

Re: Graus de conservação de notas

#10 Mensagem por limburgo » domingo fev 17, 2019 6:04 am

RubenGMelo Escreveu:
tm1950 Escreveu:
limburgo Escreveu:Eu tenho uma pergunta para os entendidos, uma nota em UNC nao quer dizer que seja Nova?
Nova é equivalente a UNC. Tal como QNova é equivalente a AU. E assim sucessivamente.

Por acaso discordo aqui com o Celso, e passo a explicar!

De acordo com a definição de UNC - Uncirculated, uma nota e passo a citar "A note with problems that may include toned paper, a small stain or fading. There will be handling issues but there will be no folds through the design", 1º grau de definição da PMG correspondendo ao 60!

Ora uma nota NOVA, caracteriza-se por e cito: "Nota não circulada que se encontra absolutamente perfeita em todos os pormenores de impressão, cores e brilho originais e todo o relevo calcográfico. O papel deve apresentar a superfície perfeitamente lisa, cantos direitos, sem vestígios de dobras, sujidades, ou qualquer tipo de agressões".

Pelas razões apresentadas, posso considerar que uma nota que não circulou por variadíssimas razões (manchas, humidade, etc) pode não ser uma nota NOVA, considero que uma nota Nova corresponde à denominação Gem Unc, ou seja tudo o que seja acima de 65! Deixo de fora os furos de utilização, pois as certificadoras não os relevam para efeitos de classificação ( algo que discordo também)!

É por estas e por outras que considero o sistema Português de classificação um bocado redutor! Deixo aqui um exemplo de uma nota UNC mas que não é NOVA!

Imagem
Imagem

Esta é a minha interpretação, mas estou sempre aberto a criticas! Gosto de aprender sempre, pois só assim evoluímos!
Eu tambem sou da opiniao do colega Ruben.
Se a inveja matasse a humanidade já nao existia.
Cumps Paulo

Responder

Voltar para “Assuntos didácticos”