LOBO

Desde a primeira moeda da República até às últimas em 2001

Moderadores: smertola, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Luís B.
Reinado D.Dinis
Mensagens: 1562
Registado: domingo out 10, 2010 11:30 am
Localização: Al garve

LOBO

#1 Mensagem por Luís B. » sexta out 29, 2010 8:55 pm

Bem sei que este assunto já deve ter sido falado noutros tópicos, mas não resisto a falar novamente...

A moeda O LOBO de 1994, inserida na II série Ibero-Americana, teve as seguintes tiragens:
Normal: 70.000
Proof: 30.000

Se na emissão Normal, a tiragem foi menor que o habitual,que é de cerca de 500/600 mil unidades, já na edição proof correspondeu ao dobro ou ao triplo do habitual, a rondar os 10/15.000.

Então, se a emissão normal teve uma valorização (sobrevalorização?), qual a razão para a emissão proof tambem ter sofrido essa valorização? Contágio? O normal não seria a proof estar, no mínimo, ao preço das outras proof do mesmo valor?

Cumprimentos
Última edição por Luís B. em domingo abr 24, 2011 10:05 pm, editado 1 vez no total.


CARPE DIEM

Luís

gcz
Reinado D.Miguel
Mensagens: 325
Registado: domingo set 30, 2007 11:37 pm

Re: LOBO

#2 Mensagem por gcz » sexta out 29, 2010 10:26 pm

Seria estranho se a proof estivesse a um valor mais baixo que a normal. Uma moeda é uma moeda, prrof e normal não a tonram duas moedas diferentes. Eu pelo menos não colecciono proof e normal, qualquer das duas serve, e prefiro a proof.

Avatar do Utilizador
|v
Reinado D.João VI
Mensagens: 440
Registado: sexta set 01, 2006 10:56 pm
Localização: Moita
Contacto:

Re: LOBO

#3 Mensagem por |v » sexta out 29, 2010 11:05 pm

Se verificar bem, foram muitas as emissões que tiveram uma cunhagem de 30.000 exemplares em PROOF. A alegada raridade do Lobo ficou a dever-se à emissão reduzida em cunhagem normal - apenas 70.000 exemplares.

Diz António Trigueiros no seu livro A Grande História do Escudo Português que "a pequena cunhagem registada nesta moeda de 1994, só distribuída em 1995, ficou a dever-se à falta de verba orçamental na Direcção-Geral do Tesouro para pagar os custos de uma amoedação superior ao montante emitido."

Atentemos então no seguinte: a emissão mais reduzida de moedas comemorativas em euros foi a da moeda da AMI - uma moeda contra a indiferença, com uma emissão de 50.000. Já em 2010, tivemos 5 emissões de moedas de cunhagem normal com apenas 75.000 exemplares: Vale do Côa, Escudo, Linhas de Torres (a sair brevemente), Terreiro do Paço e Banco Alimentar Contra a fome.

De todas estas emissões, reduzidas para os padrões habituais, não consta que tenha havido escassez. Tem havido moedas para dar e vender.

Por isso eu digo, o Lobo é uma história que ainda está por contar. Quem souber que lhe acrescente um ponto.
J. Valério

Livros: Moedas Comemorativas Portuguesas e As Moedas Desconhecidas de Malaca. Compre já em valerio.bubok.pt
moedas-comemorativas.blogspot.com - [RSS Feed] - [Twitter] - [Facebook]
Toda a informação sobre moedas comemorativas portuguesas

Luís B.
Reinado D.Dinis
Mensagens: 1562
Registado: domingo out 10, 2010 11:30 am
Localização: Al garve

Re: LOBO

#4 Mensagem por Luís B. » sexta out 29, 2010 11:24 pm

|v Escreveu:Por isso eu digo, o Lobo é uma história que ainda está por contar. Quem souber que lhe acrescente um ponto.
Pois... parece estranho... não quer acrescentar um ponto a esse conto?

É que as moedas cunhadas mais próximas do Lobo, Tordesilhas (570 mil) e D. João II (600 mil) tiveram tiragens avassaladoras em relação ao Lobo... terá sido uma crise terrível, mas momentânea, de tesouraria na DGT???

realmente é curioso!

Cumprimentos
CARPE DIEM

Luís

Avatar do Utilizador
jfialho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3336
Registado: domingo jun 15, 2008 8:53 pm
Localização: Viana do Alentejo

Re: LOBO

#5 Mensagem por jfialho » sexta out 29, 2010 11:29 pm

O valor do lobo deve-se unicamente à especulação,mais nada.Temos várias comemorativas em euros com 70 000 moedas e os preços não dispararam,até pelo contrário,o preço da prata já é superior ao preço da venda.É à portuguesa.
jfialho

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10696
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: LOBO

#6 Mensagem por tm1950 » sábado out 30, 2010 12:04 am

Este tipo de bens não essenciais associados ao coleccionismo (moedas, notas, papéis de valor, antiguidades em geral, etc.) é muito influenciado pela oferta e pela procura.
Com o mercado em alta, nos 2000/2002, na Ribeira, ouvi dois vendedores anunciarem que compravam “Lobos” a 25 contos (125 euros) cada. Nessa altura, estas moedas não se deixavam ver, constituindo um problema para quem as desejava adquirir. Terão atingido os 40 contos (200 euros).
Entretanto o mercado caiu e julgo que se compram actualmente com alguma facilidade por 100 euros. O que se está a passar com esta moeda acontece com muitas outras, especialmente da República.
Se as referidas moedas de euros, com emissões semelhantes, não atingem os valores do “Lobo” é porque têm uma procura menor.
Não tenho outra explicação. :thumbs:
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
jfialho
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 3336
Registado: domingo jun 15, 2008 8:53 pm
Localização: Viana do Alentejo

Re: LOBO

#7 Mensagem por jfialho » sábado out 30, 2010 8:50 am

tm1950 Escreveu:Este tipo de bens não essenciais associados ao coleccionismo (moedas, notas, papéis de valor, antiguidades em geral, etc.) é muito influenciado pela oferta e pela procura.
Com o mercado em alta, nos 2000/2002, na Ribeira, ouvi dois vendedores anunciarem que compravam “Lobos” a 25 contos (125 euros) cada. Nessa altura, estas moedas não se deixavam ver, constituindo um problema para quem as desejava adquirir. Terão atingido os 40 contos (200 euros).
Entretanto o mercado caiu e julgo que se compram actualmente com alguma facilidade por 100 euros. O que se está a passar com esta moeda acontece com muitas outras, especialmente da República.
Se as referidas moedas de euros, com emissões semelhantes, não atingem os valores do “Lobo” é porque têm uma procura menor.
Não tenho outra explicação. :thumbs:
Bem explicado,Celso.
jfialho

jcarlos
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4336
Registado: terça jun 17, 2008 12:05 am

Re: LOBO

#8 Mensagem por jcarlos » segunda nov 01, 2010 10:15 am

Tudo dito em relação a esta moeda. Foi mais valorizada pelo processo de especulação do que pela sua raridade.

Avatar do Utilizador
Tiago6
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2313
Registado: sábado nov 06, 2004 10:42 pm
Localização: Funchal

Re: LOBO

#9 Mensagem por Tiago6 » terça nov 02, 2010 11:50 am

Em 1995, apesar de ser ainda um miúdo, lembro-me perfeitamente de ouvir falar na moeda comemorativa que era muito rara e que o meu pai não a trouxe do banco, como fazia com todas as outras comemorativas.
Ao mesmo tempo, ouviam-se histórias de algumas pessoas próximas a funcionários dos bancos que tinham arranjado algumas para si, algumas dezenas talvez. Alguns bancários apreceberam-se também do que se estava a passar e ficaram com todas as moedas que deviam ser disponibilizadas pelos seus balcões ao público em geral!
Na altura as moedas de 1000 escudos tinham emissões entre os 500 mil e 1 milhão de exemplares e o Lobo teria uma emissão de apenas 70 mil moedas. A ideia generalizada era que uma emissão de 1 milhão de moedas era o normal, logo uma emissão de 70 mil moedas seria muito curta.
O que se comprovou passados alguns anos foi que, afinal, uma emissão de 70 mil moedas seria o normal e uma emissão de 1 milhão de moedas era algo exagerado, ridiculo até na minha opinião.
Nos últimos anos, as dezenas Lobos que alguns tinham nas gavetas, começaram a ver a luz do dia e o preço veio de cabeça, descendo a montanha. Acho que só não desce mais pela reputação que a moeda atingiu, pois em termos de raridade ainda teria que descer muito.

Avatar do Utilizador
palves
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2368
Registado: segunda jan 11, 2010 11:02 am

Re: LOBO

#10 Mensagem por palves » terça nov 02, 2010 8:10 pm

Concordo com o que foi dito, em particular com o Celso. Deixem-me dar apenas uma ou duas achegas.

Como podem ver abaixo, a tiragem do lobo foi muito abaixo das restantes moedas de 1.000$00. Eu conheço (mesmo) muita gente que apesar de não ser coleccionadores ficavam sempre com algumas moedas do banco e conheço muitos destes felizardos que conseguiram o Lobo. Adicionalmente, existia um compromisso de parte das moedas serem partilhadas com os outros países que partilham as séries Ibero-Americanas. Estes dois factores, tornaram a a quantidade das moedas disponíveis para coleccionadores provavelmente demasiado próxima do número de pessoas que se interessam por esta moeda.

Se a isto juntarmos a especulação e a estupidez do mercado, temos os ingredientes para uma "história"

Cheguei a ver a moeda à venda (e a ser vendida) por 48.000$00...

Abraço,

PA


1980 - IV Centenário da Morte de Camões: 200.000 exemplares
1983 - XVII Exposição de Arte, Ciência e Cultura: 200.324 exemplares
1991 - Encontro de Dois Mundos: 350.000 exemplares
1994 - Tratado das Tordesilhas: 570.000 exemplares
1994 - O Lobo: 70.000 exemplares
1995 - D. João II: 600.000 exemplares
1996 - Fragata D. Fernando II e Glória: 600.000 exemplares
1996 - Nossa Senhora da Conceição: 620.000 exemplares
1997 - I Centenário das Expedições Oceanográficas: 520.000 exemplares
1997 - Pauliteiros de Miranda: 520.000 exemplares
1997 - II Centenário do Crédito Público: 320.000 exemplares
1998 - Ano Internacional dos Oceanos: 1.800.000 exemplares
1998 - Santa Casa da Misericórdia de Lisboa: 500.000 exemplares
1998 - D. Manuel I: 500.000 exemplares
1998 - 75 anos da Liga dos Combatentes: 500.000 exemplares
1999 - 25º Aniversário do 25 de Abril: 500.000 exemplares
1999 - Milénio do Atlântico: 500.000 exemplares
2000 - Presidência do Conselho da União Europeia: 450.000 exemplares
2000 - Cavalo Lusitano: 450.000 exemplares
2000 - D. João de Castro: 450.000 exemplares
2001 - 10º Campeonato Europeu de Futebol UEFA - EURO 2004: 450.000 exemplares

Responder

Voltar para “República Portuguesa”