960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

Moderador: Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2327
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#1 Mensagem por José Gomes » sexta nov 02, 2018 8:12 pm

Olá, saudações a todos.

Adquiri recentemente, mais por curiosidade e estudo, como sendo falsa de época. Paguei um pouco mais de 10 Euros. O interessante, é o aspecto granular, embora o aspecto geral seja muito bom. Pesa 30,2 grama, 40 mm de diâmetro e tem 3,05 mm de espessura.
DSCN4014 - Cópia.JPG
DSCN4015 - Cópia.JPG
Visitas e comentários sempre bem vindos.

Gomes.
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.



Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 5976
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#2 Mensagem por silvio2 » sexta nov 02, 2018 8:27 pm

Olá, amigo José

A peça é bastante interessante, mesmo sendo "falsa de época" ...
Curioso é o aspecto granular que apresenta. A que se deverá? :think:
Obrigado, por partilhar. :thumbupleft:
Cumprimentos,
Sílvio Silva

Avatar do Utilizador
Mmatos
Reinado D.Manuel I
Mensagens: 1140
Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Localização: Lisboa/Caxias

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#3 Mensagem por Mmatos » sábado nov 03, 2018 12:56 am

silvio2 Escreveu:...
Curioso é o aspecto granular que apresenta. A que se deverá? :think:
...
Fundição ??

Adrhosan
Reinado D.Maria II
Mensagens: 260
Registado: sábado mar 24, 2018 12:33 am

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#4 Mensagem por Adrhosan » sábado nov 03, 2018 1:34 am

Olá, José.
Como vai?
Uma curiosidade, como é a serrilha? Se existir. :think: :rotate:

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2327
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#5 Mensagem por José Gomes » domingo nov 04, 2018 8:15 am

Adrhosan Escreveu:Olá, José.
Como vai?
Uma curiosidade, como é a serrilha? Se existir. :think: :rotate:
Olá, bom dia.

Existe sim um serrilha bem tosca. Vou fotografar e postar aqui.

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2327
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#6 Mensagem por José Gomes » domingo nov 04, 2018 2:25 pm

Adrhosan Escreveu:Olá, José.
Como vai?
Uma curiosidade, como é a serrilha? Se existir. :think: :rotate:
Eis a foto da serrilha:
DSCN4019.JPG
Estranha e assimétrica.
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

Adrhosan
Reinado D.Maria II
Mensagens: 260
Registado: sábado mar 24, 2018 12:33 am

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#7 Mensagem por Adrhosan » segunda nov 05, 2018 12:48 am

Muito interessante, José.
É palpite meu apenas, então sem peso ou importância alguma.
Essa serrilha claramente (acho :jumpgreen: ) foi punçada manualmente e limada. Muito trabalho para produzir em quantidades que justificassem uma burla da época, com boas chances de não passar como oficial. O peso dela já chamaria atenção sem contar acréscimo de algum banho de prata a mais, o que ajudaria disfarçar o granulado de uma hipotética fundição e dar um aspecto mais próximo.
Crê ser possível uma falsificação mais moderna, não recente, algo do início do sec. XX ou um pouco antes?
Mas muito legal e interessante, me ajudou pensar (raro)
Parabéns. :thumbs:
Perdão algum engano. :beer: :rotate:

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2327
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#8 Mensagem por José Gomes » segunda nov 05, 2018 9:07 pm

Adrhosan Escreveu:Muito interessante, José.
É palpite meu apenas, então sem peso ou importância alguma.
Essa serrilha claramente (acho :jumpgreen: ) foi punçada manualmente e limada. Muito trabalho para produzir em quantidades que justificassem uma burla da época, com boas chances de não passar como oficial. O peso dela já chamaria atenção sem contar acréscimo de algum banho de prata a mais, o que ajudaria disfarçar o granulado de uma hipotética fundição e dar um aspecto mais próximo.
Crê ser possível uma falsificação mais moderna, não recente, algo do início do sec. XX ou um pouco antes?
Mas muito legal e interessante, me ajudou pensar (raro)
Parabéns. :thumbs:
Perdão algum engano. :beer: :rotate:
Olá, boa noite.

Acredito em que as possibilidades estão abertas, a partir da sua ótima observação. Pode ser de época ou coisa para colecionador. A serrilha é bastante irregular o que sugere que foi feita manualmente, agregando então muito trabalho à peça. Acho também que não valeria à pena tanto esforço. Falsificação do início do século XX? Quem sabe? Para todos os fins, é uma peça no mínimo curiosa. Vamos aguardar mais alguma opinião.

Um abraço.

Adrhosan
Reinado D.Maria II
Mensagens: 260
Registado: sábado mar 24, 2018 12:33 am

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#9 Mensagem por Adrhosan » terça nov 06, 2018 12:34 am

José Gomes Escreveu: Olá, boa noite.

Acredito em que as possibilidades estão abertas, a partir da sua ótima observação. Pode ser de época ou coisa para colecionador. A serrilha é bastante irregular o que sugere que foi feita manualmente, agregando então muito trabalho à peça. Acho também que não valeria à pena tanto esforço. Falsificação do início do século XX? Quem sabe? Para todos os fins, é uma peça no mínimo curiosa. Vamos aguardar mais alguma opinião.

Um abraço.
Como o assunto está orbitando em falsificações ou cópias de patacões. Deixo este utilíssimo link (o conteúdo visual é essencial para principiantes como eu).
Trata-se do registro descritivo e fotográfico da coleção de patacões falsos do Sr. Fernando Brandão Correia, disponibilizado pelo Clube Filatélico e Numismático De Taquara/RS, além de outros diversos e saborosos artigos. Clube já integrado pelo Sr. Pedro Pinto Balsemão, figura lendária, falecido infelizmente, da numismática brasileira, que dispensa maiores apresentações tamanha notoriedade. Compensa a visita ao site, já o revirei inteiro. :biglaugh:

http://www.cfnt.org.br/monografias/pf/1810/1810v1.php#
Obs. O menu parece estar quebrado mas funciona certinho. :thumbs:
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2327
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: 960 RÉIS 1815 B, FALSO DE ÉPOCA

#10 Mensagem por José Gomes » quarta nov 07, 2018 1:29 am

Adrhosan Escreveu:
José Gomes Escreveu: Olá, boa noite.

Acredito em que as possibilidades estão abertas, a partir da sua ótima observação. Pode ser de época ou coisa para colecionador. A serrilha é bastante irregular o que sugere que foi feita manualmente, agregando então muito trabalho à peça. Acho também que não valeria à pena tanto esforço. Falsificação do início do século XX? Quem sabe? Para todos os fins, é uma peça no mínimo curiosa. Vamos aguardar mais alguma opinião.

Um abraço.
Como o assunto está orbitando em falsificações ou cópias de patacões. Deixo este utilíssimo link (o conteúdo visual é essencial para principiantes como eu).
Trata-se do registro descritivo e fotográfico da coleção de patacões falsos do Sr. Fernando Brandão Correia, disponibilizado pelo Clube Filatélico e Numismático De Taquara/RS, além de outros diversos e saborosos artigos. Clube já integrado pelo Sr. Pedro Pinto Balsemão, figura lendária, falecido infelizmente, da numismática brasileira, que dispensa maiores apresentações tamanha notoriedade. Compensa a visita ao site, já o revirei inteiro. :biglaugh:

http://www.cfnt.org.br/monografias/pf/1810/1810v1.php#
Obs. O menu parece estar quebrado mas funciona certinho. :thumbs:
Olá, boa noite.

Não cheguei a ler tudo, mas, li boa parte do material ali exposto e prometo que vou ler tudo. Realmente, um trabalho de muita utilidade.
O interessante é que a patacão acima tem um pouco mais de 30 gramas e uma espessura também um pouco fora do normal. Tem cheiro forte (acredito ser azinhavre o que sugere cobre).

Muito obrigado por tudo.

Um abraço.

Responder

Voltar para “Colónia (1500-1822)”