A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

Moderador: Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 845
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#1 Mensagem por numismatica_bentes » terça out 07, 2014 8:53 am

O Catálogo Bentes de Moedas Brasileiras é o primeiro a cotar uma moeda do Brasil em 1.000.000,00 (UM MILHÃO DE REAIS).

Imagem

Para comemorar a ascensão de D. Pedro ao trono imperial, cunhou-se a moeda de ouro de 6.400 réis, conhecida como Peça da Coroação, primeira moeda do Brasil independente, hoje considerada uma das mais raras e valiosas da numismática brasileira.
Existem algumas teorias (não comprovadas) a respeito dessa cunhagem: A primeira diz ter sido confeccionada de última hora, para servir de oferenda à igreja na missa realizada na ocasião da sagração e coroação do nosso primeiro imperador. A segunda diz que as 64 moedas cunhadas seriam oferecidas aos 64 ilustres convidados à cerimônia, como recordação do evento. Uma terceira teoria diz que deveriam cunhar uma quantidade maior de moedas (bem mais de 64 exemplares), destinadas não somente às autoridades presentes, mas também para serem postas em circulação. A cunhagem teria sido interrompida por D.Pedro (pelos motivos expostos a seguir), quando já haviam sido fabricadas 64 moedas. Dessa forma, seja como for, ficou conhecida, desde 1908, no meio numismático, como a Peça da Coroação, onde “peça” é designação portuguesa da época para moedas de ouro com valor de 6$400 réis.

Os 64 exemplares iniciais, assinados pelo gravador Zeferino Ferrez e fabricados pela Casa da Moeda do Rio de Janeiro, não chegaram a cumprir seu objetivo primário; aparentemente, a cunhagem foi suspensa por D. Pedro I. Ao que tudo indica, não agradou ao soberano a sua imagem com busto nu, à semelhança daquela usada no mundo romano antigo como eram retratados os imperadores nas antigas moedas romanas. Além disso, por um equívoco, a coroa encimando o escudo imperial é a real diamantina (ornada com pedras preciosas ou pérolas justapostas, símbolo do poder real), em vez daquela imperial (designativa do título). Aliado a isso, a omissão da palavra CONSTITUTIONALIS e do complemento ET PERPETUUS BRASILIAE DEFENSOR, de acordo com o soberano e seus conselheiros, poderia pressupor um desejo de poder absolutista.

Primeiro sistema monetário do Império do Brasil, 1822R (Casa da Moeda do Rio de Janeiro), catalogado sob os nºs. 538 (Catálogo Santos Leitão) e 0-1240 (Catálogo Kurt Prober), descrita na página 104 do Catálogo Souza Lobo, estampa LXX.

1. Metal: Ouro 916 2/3 milésimos = 22 quilates
2. Peso: 14,342 gramas (4 oitavas). O peso oficial é de 4 oitavas = 14,342 gramas, sendo toleradas as variações entre 14,1 e 14,6 gramas.
3. Diâmetro: 32,2 mm. Tratando-se de cunhagem efetuada em prensa monetária manual (balancim), poderão aparecer exemplares legítimos com pequenas variações de diâmetro. O diâmetro aproximado da “PEÇA DA COROAÇÃO” é de 32,2 milímetros.
4. Ângulo: O ângulo, do anverso para o reverso é de 350 graus, portanto ligeiramente inclinado.
5. Bordo (espessor): Serrilhado. Escama (serrilha) de segurança, também denominada “escama de peixe” ou “serrilha flor de lis”.
6. Tiragem: 64 unidades - Rs. 409$600 (Quatrocentos e nove mil e seiscentos réis).
Um total de 16 exemplares dessa moeda, datada de 1822, são registrados em coleções nacionais e estrangeiras.



missioneiro
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 211
Registado: sexta abr 08, 2011 5:06 pm

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#2 Mensagem por missioneiro » terça out 07, 2014 12:13 pm

Nossa mais valiosa peça. A coroa de uma coleção imperial brasileira, para a imensa maioria, como eu, apenas para ser admirada por fotos ou museus.

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15669
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#3 Mensagem por doliveirarod » quinta out 09, 2014 11:20 pm

Como se chegou a essa cifra?
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 845
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#4 Mensagem por numismatica_bentes » sábado out 11, 2014 10:00 am

doliveirarod Escreveu:Como se chegou a essa cifra?
A bem da verdade, é ainda pouco. Todavia, considerando que a moeda é brasileira, que a economia do país é instável e que o poder aquisitivo da população é limitado, entendemos o "espanto", mesmo que com 1 milhão de reais, ao câmbio atual, essa moeda ainda esteja nivelada por baixo, se levarmos em conta as suas semelhantes em grau de raridade e outras variáveis, de outros países. A cifra de € 320.000,00 euros (correspondentes a um milhão de reais) é ainda pouco para peça de tamanha magnitude, considerada a mais cobiçada e importante da numismática brasileira. Entendemos perfeitamente que tal cifra vá além da possibilidade econômica da maioria dos brasileiros, mas isso não chega a ser relevante quando entendemos que as nossas moedas, há algum tempo, já ultrapassaram as fronteiras brasileiras, sendo cada vez mais cobiçadas por numismatas e investidores estrangeiros. Em épocas anteriores - quando ainda não se falava tanto em moedas brasileiras, continuamente oferecidas em leilões internacionais - não teríamos chegado a esse cálculo. Os parâmetros são:

1. Raridade - Além de serem pouquíssimos os exemplares, raramente são oferecidos no mercado. Sabemos que existem outras moedas da nossa numária, tão ou mais raras que a peça da coroação, sem no entanto exercer o mesmo interesse e fascínio despertado por essa moeda. Outras moedas tão ou mais raras surgem com mais frequência em hastas, com seus proprietários mais dispostos a negociá-las do que uma “peça da coroação” (caso a possuam em seus acervos) que sabemos, tem passado de geração em geração, nas famílias de numismatas que já se foram há muito tempo.

2. Importância e notoriedade - É, sem dúvida, a peça mais importante e cobiçada da nossa numismática. Sabemos que um ou outro poderá dizer que não é bem assim, que preferiria ter em seu acervo esta ou aquela outra moeda, ao invés da peça da coroação. Contudo, as notícias no mundo numismático, a importância da moeda como um divisor de águas da história do país, as polêmicas em relação à sua cunhagem, o desejo e o fascínio que despertam, a elevam ao patamar das mais importantes peças da numismática mundial. Levando isso em consideração, o mínimo que um belo exemplar soberbo (como é o caso da nossa avaliação) poderia facilmente atingir, num leilão internacional, a cifra dos US$ 500.000,00 dólares.

3. Os crescentes valores que a moeda vem atingindo em leilões internacionais - A última peça da coroação vendida em leilão, trocou de mão por US$ 499.375,00 (quase 500.000 dólares) o que, ao câmbio dessa semana, equivalem a 1.200.000,00 reais, bem além da nossa estimativa. Sabemos que quem a comprou não foi um brasileiro como alguns alardaeram prematuramente. Por outro lado, entendemos perfeitamente que a nossa numismática ainda não tenha chegado ao patamar da americana ou inglesa, mas isso não é justificativa para se vender a mais importante moeda do Brasil por valores abaixo do que se pratica no mercado internacional de moedas raras ou raríssimas. Todavia, avaliamos diversas moedas bem abaixo do que realmente representariam, se tivessem a mesma acolhida no mercado internacional. É o caso, por exemplo, de moedas de cobre raras ou raríssimas que mesmo na classificação R4, fazem fadiga a ultrapassar a cifra dos US$ 10.000,00. Não podemos basear nossas conclusões apenas no poder aqusitivo dos que desejam possuir uma determinada moeda. Eu, falando agora por mim, adoraria ter uma tela de Klint, Rothko ou um Toulouse Lautrec na minha coleção, mas os valores são extraordinariamente elevados, muito, muito, muito além do que posso pagar. Assim como eu, existem apaixonados por telas de artistas que somente poderão admirar em museus.

Finalizando, o que talvez surpreenda seja o termo MILHÃO e não o que a moeda realmente vale, observada a valuta brasileira. Não estamos falando de um milhão de dólares (ainda), ou de euros ou muito menos de esterlinas. Em moeda inglesa, por exemplo, ao câmbio de hoje, R$ 1.000.000,00 de reais seriam GBP 260.000 esterlinas, o que ainda consideramos pouco para peça de tamanha importância. Por último, convém recordar que a avaliação no nosso catálogo é para o estado soberbo o que, no nosso caso, é uma moeda muito bela, peça para colecionador exigente.

Sds

Bentes

Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 845
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#5 Mensagem por numismatica_bentes » quinta dez 25, 2014 11:52 am

Imagem

Avatar do Utilizador
José Gomes
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2328
Registado: quinta jun 16, 2011 5:05 pm
Localização: Pernambuco, Brasil

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#6 Mensagem por José Gomes » sábado dez 27, 2014 2:40 pm

Olá, saudações a todos.

Penso que ainda é um valor módico, pois há moedas com muito menos carga histórica, com valores realmente proibitivos, medidos em milhões de dólares.

Gomes.

Alexandre Costa
Reinado D.Luís
Mensagens: 154
Registado: terça out 16, 2012 2:52 am
Localização: Belo Horizonte-MG

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#7 Mensagem por Alexandre Costa » terça dez 30, 2014 12:01 pm

Discordo.

1º: A partir dos 200/250 mil dólares, apenas dois arrematantes disputaram a moeda;
2º: Como um deles já conseguiu referida peça, sabe-se de apenas uma pessoa disposta a chegar a tal valor. Nem bem chegar a tal valor, pois seu lance foi 20 mil dólares inferior ao do vencedor;
3º: O que foi dito e comemorado aqui no Fórum, foi que referida moeda continuaria no Brasil;
4º: Mesmo assim, peço-lhe para ler as alíneas "a" e "b" do inciso II do art. 12 da Constituição Federal.

Abraço.

Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 845
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#8 Mensagem por numismatica_bentes » quarta dez 31, 2014 12:05 pm

Alexandre Costa Escreveu:Discordo.

1º: A partir dos 200/250 mil dólares, apenas dois arrematantes disputaram a moeda;
2º: Como um deles já conseguiu referida peça, sabe-se de apenas uma pessoa disposta a chegar a tal valor. Nem bem chegar a tal valor, pois seu lance foi 20 mil dólares inferior ao do vencedor;
3º: O que foi dito e comemorado aqui no Fórum, foi que referida moeda continuaria no Brasil;
4º: Mesmo assim, peço-lhe para ler as alíneas "a" e "b" do inciso II do art. 12 da Constituição Federal.

Abraço.
Olá Alexandre, bom dia!

Perdoe-me, mas por favor, gostaria que vc esclarecesse:

1) De quem (ou do que) você discorda?

2) O que você quis dizer com:
2a) 1º: A partir dos 200/250 mil dólares, apenas dois arrematantes disputaram a moeda; Se bem entendi, vc alega que o que escreveu invalidaria nossa valoração do exemplar...é isso ?
2b) 2º: Como um deles já conseguiu referida peça, sabe-se de apenas uma pessoa disposta a chegar a tal valor. Nem bem chegar a tal valor, pois seu lance foi 20 mil dólares inferior ao do vencedor;
2c) 3º: O que foi dito e comemorado aqui no Fórum, foi que referida moeda continuaria no Brasil;

...e, principalmente, com:

2d) 4º: Mesmo assim, peço-lhe para ler as alíneas "a" e "b" do inciso II do art. 12 da Constituição Federal.

Peço apenas que reformule suas colocações, para que possamos responder convenientemente, caso sua mensagem tenha sido dirigida a nós.

Sds

Bentes

Avatar do Utilizador
rpiletti
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 205
Registado: quarta jul 27, 2011 7:39 pm
Localização: Bento Gonçalves/RS BRASIL

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#9 Mensagem por rpiletti » sexta jan 16, 2015 1:27 pm

"2d) 4º: Mesmo assim, peço-lhe para ler as alíneas "a" e "b" do inciso II do art. 12 da Constituição Federal."

Art. 12, inc. II, "b" da Constituição Federal de 88
Art. 12. São brasileiros:
II - naturalizados:
b)
os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República Federativa do Brasil há mais de trinta anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram a nacionalidade brasileira .
b) os estrangeiros de qualquer nacionalidade, residentes na República Federativa do Brasil há mais de quinze anos ininterruptos e sem condenação penal, desde que requeiram a nacionalidade brasileira. (Redação dada pela Emenda Constitucional de Revisão nº 3, de 1994)
Compro Réis - 960, 640, 320, 160 e 80.
Diga não às réplicas chinesas.
Engº Civil Robson Heitor Piletti
Bento Gonçalves/RS

Avatar do Utilizador
numismatica_bentes
Reinado D.Filipe II
Mensagens: 845
Registado: quarta set 19, 2007 1:01 pm
Localização: Italia
Contacto:

Re: A Moeda de R$ 1.000.000,00 (Um milhão de reais)

#10 Mensagem por numismatica_bentes » sábado jan 17, 2015 7:58 am

Ok! Mas o que isso tem a ver com o tópico? :(

Responder

Voltar para “Império (1823-1889)”