Etiópia - Birr de prata - série completa!

Moderadores: Netfobia, Moderador de Honra

Responder
Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15474
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Etiópia - Birr de prata - série completa!

#1 Mensagem por doliveirarod » sábado nov 25, 2017 3:18 am

SÉRIE DO BIRR (em prata):
etiop.jpg
men3_zpsknxo6ubw.jpg
gersh, 1.4 gramas 0,835. 1895-A (1903). KM 5 - 44.789,000 exemplares cunhados

Datas cunhadas e quantidades:
EE 1889 A (1897) - 1.000.000
EE 1891 A (1898) - 4.000.000
EE 1895 A (1903) - 44.789.000

men2_zpsmxwwaz3n.jpg
1/8 de birr (ya birr tamun), 3,5 gramas 0,835. 1887-A. KM 6. 25.000 exemplares cunhados.

Datas cunhadas e quantidades:
EE 1887 A (1894) - 25.000
EE 1888 A (1896) - 200 (rara)

quinto_zpspdmq0qaf.jpg
1/4 de birr (ya birr rub) 7 gramas 0,835. 1889-A (1897). KM 7 - 400.000 exemplares cunhados.

Datas cunhadas e quantidades:
EE 1887 A (1894) - 15.000
EE 1888 A (1896) - 200 (rara)
EE 1895 A (1903) - 821.000

men4_zpsbjlw6zkw.jpg
1/2 birr (ya birr alad) 14 gramas 0,835. 1889-A (1897-A). KM 8. 420.000 exemplares cunhados

Datas cunhadas e quantidades:
EE 1887 A (1894) - 10.000
EE 1888 A (1896) - 200 (rara)
EE 1889 A (1897) - 420.000

men1_zpswu0ykhxi.jpg
Birr, 28 gramas 0,835, 1889-A (1897). KM 9. 418.000 exemplares cunhados.

Datas cunhadas e quantidades:
EE 1892 A (1899) - 401.000
EE 1895 A (1903) - 459.000


A NUMÁRIA
A série foi cunhada na casa da moeda de Paris (A), sendo o ensaiador Lagrange. Tratava-se da criação de uma moeda nacional pelo rei Menelik II, em 1893, num esforço para a modernização da Etiópia. O padrão foi baseado no peso e na liga dos velhos "talers austríacos de Maria Teresa", que como sabemos, circularam amplamente aceitos no norte da África (região do Levante) como moeda comercial forte. As inscrições são em amárico, lingua semítica, tal como o aramaico (a lingua de Cristo).
O Birr (talari), equivalente ao Taler de M. Tereza, era dividido em 20 gersh.

Antes da criação oficial, a numária da região consistia principalmente nos Thalers austríacos de Maria Tereza, adotados como moeda padrão desde 1855, além moedas mexicanas de 8 reales e rúpias da Índia Britânica. Circulavam na região como dinheiro, além dessas moedas, barras de sal (amole tchew).

Com a ocupação italiana do país, os fortes "Menelik talers" tiveram que ser convertidos em liras italianas, de maneira forçada. Isso perdurou até a expulsão deles.

A EFÍGIE
menelikii_zpsushd1t4o.jpg
MENELIK II - Filho do rei Haile Menekot, de Shewa 1847-1855, morto após perder uma batalha para o imperador Teodoros II. Teodoros leva o jovem Menelik prisioneiro. Teodoros se afeiçoa ao jovem, e o casa com uma de suas filhas. Tinha Teodoros II fama de tirano e cruel. Desafiando os ingleses, acaba sendo enfrentado por eles, e ao ver seus exércitos sendo derrotados, suicida-se. Menelik II reclama o trono da Etiópia, mas Iohanes IV é quem é aclamado imperador, depois de vários conflitos. Em 1889, morre Iohannes IV, e com o apoio de franceses e italianos, de quem recebera empréstimos, Menelik II torna-se finalmente o Negus Negasti da Etiópia.

Através da conquista, Menelik II expande seu império para o sul, dobrando o total das terras que recebera, desfiando mesmo os europeus que tinham interesses naquelas áreas. O imperador é um dos mais célebres na memória daquele povo, pois além das conquistas, também modernizou o país, criando estradas, escolas, trazendo o telefone e avanços na medicina. Ele criou o sistema monetário da Etiópia moderna, baseado no padrão birr.

Os italianos tinham interesses na região, já possuiam a vizinha Eritrea (Abissínia), estando de olho na Etiópia. Em 1889, foi assinado o tratado de Ucciali entre Itália e Etiópia, onde, segundo os Etíopes, sempre que necessário o país usaria dos préstimos diplomáticos italianos para se relacionar com qualquer outra nação. Os italianos traduziram o tratado como se os termos obrigassem sempre os etíopes a depender dos italianos para suas relações internacionais, o que provocou insatisfação em Menelik II (que traduziu o documento como "sempre que necessário"), pois isso reduziria seu reino a um protetorado da Itália. Menelik denuncia o tratado, e os italianos vão à guerra contra seu país.

O rei mobiliza a Etiópia. Cada homem em idade militar possuía um fuzil. As mal equipadas tropas da Itália são derrotadas em Adowa, em 01 março de 1896. A guerra foi uma humilhação para a Itália, pois eles tiveram mais mortes que os etíopes, ficando sem credibilidade militar ante o quadro europeu. Os soldados de Menelik fizeram milhares de prisioneiros. Ficaram famosos os meios de aterrorizar os inimigos, pois os etíopes não matavam os capturados, mas castravam alguns deles, mandando-os de volta.

O rei ganha respeito internacional e o amor do povo. Ficou também como um exemplo de resistência entre todos os povos negros da África colonial. Sempre soube jogar com os interesses dos franceses, ingleses e italianos, lançando-os uns contra os outros naquelas disputas. Quanto aos italianos, nunca engoliram a derrota, tanto que anos depois, Mussolini invade e finalmente conquista o país (utilizando-se inclusive do temível e condenado gás mostarda contra as tropas do imperador Hailé Selasie)

Morreu em 1913, doente, deixando o trono para sua mulher, Taitu, o nome mais forte do país na ocasião.
menelik_medium_zpsybnfshi1.jpg
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.


http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4973
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: Etiópia - Birr de prata - série completa!

#2 Mensagem por silvio2 » quinta fev 14, 2019 10:04 pm

Magníficas moedas e excelente lição de História! :clap3:
Obrigado, caro Fabiano, pela disponibilidade e partilha. :thumbupleft:
Cumprimentos,
Sílvio Silva

Avatar do Utilizador
soga80
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4311
Registado: sábado dez 20, 2014 6:31 pm
Localização: Leiria

Re: Etiópia - Birr de prata - série completa!

#3 Mensagem por soga80 » quinta fev 14, 2019 11:06 pm

Belo post, excelente informação. Muito Obrigado pela partilha... Parabéns

Avatar do Utilizador
AntonioMota
Reinado D.Filipe III
Mensagens: 792
Registado: sábado jan 28, 2006 10:17 am
Localização: Amarante / Celorico de Basto

Re: Etiópia - Birr de prata - série completa!

#4 Mensagem por AntonioMota » sexta fev 15, 2019 8:04 am

Obrigado! :thumbs:

Pedro Leg
Reinado D.Miguel
Mensagens: 302
Registado: domingo set 29, 2019 3:07 pm

Re: Etiópia - Birr de prata - série completa!

#5 Mensagem por Pedro Leg » terça out 01, 2019 11:01 am

Estive em Djibouti (pequeno território com fronteiras com a Etiópia, Somália e desde 1991 também com a Eritreia) em 1989/1990.
Foi ai que comprei no mercado alguns Taleres de Menelik, assim como de Maria Teresa (1780) e ainda algumas moedas italianas em prata da época da conquista e ocupação italianas.
Dado curioso : essas grandes moedas, os Taleres (não sei se é assim que se escreve em português), sobretudo os austríacos de "Maria Theresa 1780", eram encontrados com relativa facilidade nos mercados locais. Penso mesmo que ainda eram aceites como moeda de troca sobretudo entre os nómadas Afars, cujos territórios eu percorri com alguma frequência.

Tinha posto essas moedas de lado porque não passavam de recordações. Agora, que decidi "juntar" moedas , acho-lhes uma graça especial :D
ASINUS IN TEGULIS

Responder

Voltar para “África”