Medalha concedida aos habitantes de Olhão em 1808

Zona de discussão sobre as medalhas e condecorações

Moderadores: insvlano, Moderador de Honra

Mensagem
Autor
Avatar do Utilizador
Olhadura
Escudinho da II República
Mensagens: 6
Registado: sábado mai 16, 2009 11:43 pm

Medalha concedida aos habitantes de Olhão em 1808

#1 Mensagem por Olhadura » domingo mai 17, 2009 1:23 am

Cumprimentos a todos.

Inscrevi-me para deixar umas notas sobre uma medalha concedida aos olhanenses pelo então príncipe regente D. João (futuro D. João VI), e para ver se me sabem dizer alguma coisa a esse respeito.
Esta concessão, bem como a elevação do lugar de Olhão a Vila de Olhão da Restauração, vêm na sequência da revolta olhanense contra os franceses, no contexto da primeira invasão francesa (1807-1808). No sul do país, os pescadores olhanenses foram os primeiros a se rebelarem contra o invasor, nomeadamente a partir do dia 16 de Junho de 1808. Já depois de os franceses abandorem o Algarve, alguns destes mesmos pescadores embarcaram num caíque a rumo do Brasil, ao encontro do príncipe regente, para lhe contarem a boa nova.
Daí os prémios acima referidos que deu a Olhão e aos seus habitantes (as benesses não se resumem a estas, mas para o presente não interessam).
A concessão da medalha aos habitadores de Olhão vem prevista no mesmo alvará com que o príncipe elevou o lugar a vila, documento este datado de 15 de Novembro de 1808: "... permito ... que os habitadores dela [isto é, da vila de Olhão] usem de uma medalha, na qual esteja gravada a letra O com a legenda: Viva a Restauração, e o Príncipe Regente nosso senhor..."
A Memoria das medalhas e condecorações portuguezas e das estrangeiras de Manuel Bernardo Lopes Fernandes (autor que cita parcialmente o dito alvará) adianta que a medalha não tem reverso e precisa que a legenda indica «Viva a Restauração e o Principe R. N. S.» (ver páginas 62-63).
O mesmo autor reproduz, com o número 74, a referida medalha:
Imagem

Quem estiver interessado pode consultar esta obra on-line, nos Google Books. Indico aqui o link para a página onde está reproduzida a medalha: http://books.google.pt/books?id=gAAXAAA ... s#PPT53,M1.
Como Lopes Fernandes indica, tal reprodução é um "desenho exacto desta medalha bastante rara", desenho este da autoria de Teixeira de Aragão.
Segundo o historiador e arquivista Alberto Iria, Pedro Vitorino reproduziu esta mesma medalha em 1928, no seu livro O grito da independência em 1808 (p. 103).
Em 1941, o citado Alberto Iria publicava A invasão de Junot no Algarve (obra que teve uma recente reedição, em 2004), onde inseria outra reprodução da dita medalha (entre as páginas 292-293), onde se pode ver, a mais, "um acessório para prender a medalha que não deve ter pertencido ao original". Então, a medalha era "muitíssimo rara". Alberto Iria referia que a sua fonte tinha sido um Catálogo de J. Schulman, em cuja p. 24 reproduzia a dita medalha (n. º 213), sendo então a única destas medalhas conhecida. Segundo o aludido Catálogo (A. Iria, infelizmente, não indica o ano de edição, o título completo ou mais pormenores, dizendo apenas que teve conhecimento desta obra através do Comandante Afonso de Dornelas), esta medalha era de prata, tinha 28 mm de diâmetro e 6,5 gramas de peso, e pertencera "à colecção de um distinto amador português residente em Paris", colecção esta vendida na Holanda, em Amsterdão, a 31 de Outubro de 1927. Foi classificada, por Schulmann, como Portative. Très Belle. Forte Rare.
Alberto Iria adiantava ainda que Afonso Dornelas lhe tinha noticiado a existência de um exemplar da medalha "na colecção do falecido Dr. Carvalho Monteiro".
Finalmente, em 2008, a APOS (Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão), juntamente com o ELOS Clube de Olhão, empreenderam uma viagem ao Brasil, em comemoração do bicentenário da revolta olhanense e da viagem do caíque Bom Sucesso (assim se chamava a embarcação). Nesta viagem estabeleceu-se contacto com um descendente do Marquês de Viana, portador de uma destas medalhas, a qual foi ofertada em Dezembro de 2008 ao Museu Municipal de Olhão. (Curiosamente, é de assinalar que um dos resultados bastante proveitosos desta viagem foi a proposta de lei que a Câmara Municipal do Rio de Janeiro fez para se geminar com a cidade de Olhão, cuja Câmara, no entanto, talvez por despeito por não ter comandando o processo desde o início, não formalizou até à presente data).
Como estou a fazer uma investigação sobre a revolta olhanense, interessando-me tudo o que diz respeito à mesma, e como tudo o que sei sobre esta medalha se resume a estas informações que aqui deixo, gostava de saber se alguns de vós me sabem dizer mais alguma coisa. Uma das coisas que me intriga é a raridade da medalha. De facto, o alvará que acima citei dá a entender que ela seria para todos os habitantes de Olhão, o que a ser verdade, daria um total de cerca de 5.000 medalhas, número aproximado dos seus moradores. Mesmo que fossem feitas só mil, penso tratar-se de um número exagerado, mas como não sei qual a tiragem deste tipo de medalhas, deixo aqui a questão. Em meu entender, dada a raridade destas medalhas inclusive em Olhão, penso que não terão sido feitos mais que alguns poucos exemplares. De facto, alguns descendentes dos pescadores olhanenses que foram ao Brasil em 1808 conservam documentos, espadins, e outros tipos de objectos que foram concedidos pelo príncipe regente aos seus antepassados, não se compreendendo no entanto que nenhum deles conserve a dita medalha, a não ser pela causa que indiquei.
Penso ter dito tudo o que sei sobre este assunto. Espero que me saibam indicar algo mais, como se me sabem dizer mais ou menos qual o valor que uma medalha destas pode ter, hoje em dia. Pergunto também se haverá sítios (na internet ou outros) em que possa ver se esta medalha se encontra à venda ou onde possa pôr um anúncio à sua procura.
Agradecido desde já,
Saudações de
Edgar
Última edição por Olhadura em quarta set 02, 2009 10:36 am, editado 1 vez no total.



Avatar do Utilizador
Olhadura
Escudinho da II República
Mensagens: 6
Registado: sábado mai 16, 2009 11:43 pm

Re: Medalha concedida aos habitantes de Olhão em 1808

#2 Mensagem por Olhadura » domingo mai 17, 2009 2:51 am

Esqueci-me de dizer que podem encontrar uma fotografia da referida medalha no final do artigo Olhão e as Invasões Francesas, da autoria de António Paula Brito, disponível on-line no site da APOS - Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão:
http://www.olhao.web.pt/InvasoesFrancesas.htm.
Espero a resposta do autor para que me adiante qual a proveniência desta fotografia, o que deixarei aqui anotado quando ele me responder.
Entretanto, descobri também que num outro artigo da mesma associação, http://www.olhao.web.pt/APOS/Actividade ... aneiro.htm,
é referido que, na visita do ano passado ao Brasil, os olhanenses conheceram António Loulé, descendente dos Marqueses de Viana, que detinha uma medalha de Olhão, e "que decidiu doá-la ao Museu Municipal de Olhão, na sequência da viagem ao Rio de Janeiro. Esta medalha foi oferecida ao primeiro Marquês de Viana na década de 1830, pelo próprio Município de Olhão, durante as guerras liberais que dividiram o País. Nessa época, tal como o primeiro Marquês de Viana, os olhanenses optaram pelo movimento liberal e enfrentaram encarniçados ataques dos miguelistas que, aliás, se apoiaram nas cidades vizinhas de Faro e Tavira. Tendo o primeiro Marquês de Viana encontrado nos olhanenses os aliados necessários para o aprisionamento do navio de guerra Urânia, então nas imediações, estes decidem entregar-lhe a medalha, que se tem conservado na posse da família até ao último dia 7 de Janeiro de 2009, data em que mediante acordo firmado em sessão solene no Salão Nobre da Câmara Municipal de Olhão, a mesma foi entregue para exposição pública no Museu Municipal". Aí se encontra outra fotografia deste exemplar da medalha que foi parar às mãos do Marquês de Viana, para regressar mais tarde a Olhão: Imagem.
Contudo, ou o desenho da obra de Lopes Fernandes (cujo link encontra-se no anterior comentário) está errado, ou este último exemplar é uma outra tiragem da dita medalha (não só parece recente, como também tem o texto diferente: "Viva a Villa d'Olhão da Restauração e o Príncipe Regente Nosso Senhor", enquanto que o texto original, segundo o próprio alvará e a reprodução da Memoria das Medalhas, era outrossim «Viva a Restauração e o Príncipe R. N. S.».
Aqui ficam, pois, mais estas notas

oivolf
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1667
Registado: terça jul 10, 2007 10:03 am
Localização: Chaves

Re: Medalha concedida aos habitantes de Olhão em 1808

#3 Mensagem por oivolf » domingo mai 17, 2009 12:06 pm

Bem vindo ao Fórum! :thumbupleft:
Flávio

F. Amaral
Reinado D.José
Mensagens: 506
Registado: segunda set 01, 2008 9:22 pm
Localização: Figueira da Foz

#4 Mensagem por F. Amaral » domingo mai 17, 2009 2:45 pm

Bem vindo ao forum.

F. Amaral
Francisco Amaral

Avatar do Utilizador
josape
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6076
Registado: quarta dez 17, 2008 11:21 pm
Localização: Ponte-Guimarães

#5 Mensagem por josape » domingo mai 17, 2009 9:09 pm

Trabalho interessante
Bem vindo ao Forum
José Pereira

narper
Reinado D.Afonso III
Mensagens: 1680
Registado: quarta jan 04, 2006 6:32 pm
Localização: Funchal

Re: Medalha concedida aos habitantes de Olhão em 1808

#6 Mensagem por narper » quinta mai 21, 2009 11:39 pm

Viva!

Um trabalho sem dúvida interessante.

Confesso que sou um manifesto ignorante quanto à matéria versada. Contudo, pelas imagens facultadas, sou de opinião e não tenho dúvidas que a medalha fotografada e com fita verde e branca é uma reprodução recente, que nem se confunde com, tanto quanto apurei, duas versões, em muito semelhantes, da época e que estão conforme a "Memória das medalhas, etc..." e o primeiro link relativo à Associação de Valorização do Património Cultural e Ambiental de Olhão.

Curioso que, há cerca de um mês, adquiri na Bertrand uma obra editada recentemente sob o título "No Bicentenário da Guerra Peninsular - Ordens e Condecorações Portuguesas 1793-1824", da autoria de Paulo Jorge Estrela, edição da Tribuna da História, Lisboa, 2008, para o qual ainda não tinha tido tempo para olhar mais que no correr das páginas.
Na verdade foi uma aquisição para "descargo de consciência", pois por vezes achamos determinado livro que, embora no momento não tenhamos tempo para ele, fica-nos a sensação que mais cedo ou mais tarde o desejaremos e aí pode ser tarde, pois as edições portuguesas são pequenas e depois de desaparecerem das estantes, custam "coiro e cabelo" e é preciso "pedir pelo amor de Deus" para alguém com um exemplar a mais (ou a menos) o queira vender (aconteceu-me com o "Paquetes Portugueses", pelo qual ainda "choro").
Mas voltando ao livro, este seu post levou-me a pesquisá-lo, tendo encontrado a p.p. 142-144 a história que aqui narrou e a imagem de três exemplares, um deles em estojo que se crê o original, da referida medalha, os quais reforçam e confirmam a minha convicção, acima explanada.
Aqui deixo imagem da capa do livro (peço desculpa por não reproduzir as páginas que versam sobre a medalha e acontecimento em referência, mas atendendo a que se trata dum livro de “capa dura” não quero correr o risco de o danificar).

Imagem

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15421
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

#7 Mensagem por doliveirarod » sexta mai 22, 2009 2:38 am

Concordo com o Narper. Essa peça aparenta ser recente.
Outra: O prendedor não poderia ser esse numa medalha de 1808!
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
Olhadura
Escudinho da II República
Mensagens: 6
Registado: sábado mai 16, 2009 11:43 pm

#8 Mensagem por Olhadura » sexta jul 03, 2009 10:35 am

Devo dizer-vos que adicionei à wikipedia uma página sobre esta medalha, com alguns desenvolvimentos ao que aqui ficou dito. Obrigado sobretudo ao Narsélio Pereira por ter indicado a obra de Paulo Jorge Estrela.
Podem ver o trabalho aqui:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Medalha_de_Olhão
NOTA: Por um problema que não consigo resolver, o link que deixo não está completo, falta a sílaba (ão). O melhor mesmo é copiar o endereço...

aferreira
Senhor Escudo da I República
Mensagens: 34
Registado: sexta mar 20, 2009 1:06 pm

#9 Mensagem por aferreira » segunda set 07, 2009 8:50 pm

O prendedor da medalha original estava no topo da medalha, não sendo esta furada (livro A medalhistica da guerra peninsular, Dr.º Ary dos Santos - Pag. 280 - 281)

paulosantos
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 65
Registado: segunda nov 10, 2008 8:55 pm

#10 Mensagem por paulosantos » segunda set 07, 2009 8:54 pm

Bem vindo ao Forum :thumbupleft:

Responder

Voltar para “Medalhas e Condecorações”