Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Moedas cunhadas desde D.Afonso I até D.Pedro P.Regente

Moderadores: Praça, LMACHADO, palves, Jacinto Silva, crislaine, Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2544
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por numisiuris » segunda mar 09, 2020 2:25 am

Caros foristas, ao dono do forum ouvi, num jantar que deixei de frequentar, dizer coma alguma consternação a um outro moderador do forum, sem que nenhum deles se apercebesse de imediato que os ouvia, qualquer coisa como isto: "então mas quer dizer, se agora as pessoas passam a saber o numero de moedas que existem, ninguem compra mais nada."

Vamos "pegar o boi pelos cornos" (por favor não venham dizer que isto é má educação, porque eu sou do povo e isto é um dito popular).

Deve-se, numa sociedade de informação cada vez mais sofisticada, proteger a numismática alimentando o misticismo do desconhecimento?

Ou, de outro modo, deve-se promover a informação e desse modo proteger a numismática?

Por outro lado, devem as amostras numéricas ser divulgadas? Ou devem os estudiosos escondê-las do leitor? Assim se protegendo a numismática?

Gostava de ouvir as opinioes dos foristas sobre este tema. Porque se a divulgaçao das amostras se revelar danosa para a numismática, terei que repensar o rumo de alguns estudos de cunhagem manual que tenho em curso. Não quero pensar pela minha cabeça apenas. Quero saber o que os demais foristas acham.



Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15685
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por doliveirarod » segunda mar 09, 2020 4:58 am

Sempre acho que estudos bem embasados são bem vindos.
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

José Almeida
Reinado D.Afonso II
Mensagens: 2252
Registado: quinta mar 13, 2008 1:02 am
Localização: Maia / Porto - Sócio ANP Nº 1976 & Sócio SPN Nº 3592

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por José Almeida » segunda mar 09, 2020 5:41 am

Ó Iúri, estás mesmo com problemas, inisistes com cada uma!
Alguma vez eu me preocupei com esse tipo de assuntos, a teres razão nunca teria incentivado colecionadores de D. João I a te entregaram centenas de moedas para fazeres o teu trabalho.
É melhor desligares, e deixares de insinuar seja o que for sobre a minha pessoa!
Não tens mais nada para fazer?

Pedro Leg
Reinado D.João IV
Mensagens: 738
Registado: domingo set 29, 2019 3:07 pm

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por Pedro Leg » segunda mar 09, 2020 7:07 am

Isto de se mandar coisas para o ar, dando a entender que se "sabe coisas" sem especificar nada de concreto, é muito chato. Para isso mais valia estarem calados e absterem-se de escrever comentarios de madrugada depois de uma noite bem passada e possivelmente bem regada.
O que eu percebi é que ha moedas tidas como raras ou escassas que não são afinal assim tão escassas ou raras, é isso Iuri ? Que moedas são essas ? São muitas, são algumas ?
Isto para mim quer dizer uma coisa : seja da parte de quem tem interesse em esconder... seja da parte de quem sabe e se cala, ha uma grande falta de seriedade,...ou então é so o despeito a falar, o que tambem não é correcto !
Quem é que não é sério nesta historia ?

Eu acho que este Forum é uma importante mais-valia para os que se interessam, como eu, pelas moedas mas o estilo "peixeirada" e lavar-de-roupa-suja que se vê nalguns topicos é de uma vulgaridade e de uma falta de compostura assustadores. Eu tambem sei apreciar comentarios ironicos fora de contexto ; não acho é piada nenhuma a guerrilhas entre pessoas que eu até estimo pelas suas competências.
HUMANIDADE - SOLIDARIEDADE - UNIDADE

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 7372
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por fernanrei » segunda mar 09, 2020 10:43 am

Há coisas que não dá mesmo para compreender, agora vamos todos começar a publicar aquilo que ouvimos dizer, sabe-se lá onde :think:
Pessoalmente, gosto de mostrar as minhas moedas e a pessoa visada passa a vida a promover esse tipo de prática. Temos milhares de moedas publicadas nas várias plataformas conhecidas para o efeito, por iniciativa do caro ilustre José Almeida, e agora vêm dizer que ele defende o contrário? Mas afinal o que querem, desenvolver conhecimento ou polémicas?

Sou a favor da partilha de toda a informação conhecida em relação às moedas, e se pensam que o aparecimento de alguns exemplares mais raros altera o valor dos conhecidos, estão enganados. O que muda é a quantidade de pessoas proprietárias das mesmas, por isso, não faz sentido falar de esconder o que quer que seja. A não ser que apareça um pote com umas centenas iguais :biglaugh:

Cumprimentos a todos :thumbs:
"Quod erat demonstrandum"

Avatar do Utilizador
carlos47
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4548
Registado: terça jul 26, 2011 2:04 pm
Localização: olhão
Contacto:

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por carlos47 » segunda mar 09, 2020 12:13 pm

Conhecia a parábola separar o joio do trigo
Neste caso parece haver interesse em isolar o trigo ,o Pedro o Iuri... quem se seguira?
Troca-se os estudiosos pelos copy paste?

Avatar do Utilizador
tm1950
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 10646
Registado: sexta nov 05, 2004 10:15 pm
Localização: S. João do Estoril - Lisboa

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por tm1950 » segunda mar 09, 2020 12:28 pm

Sei que na notafilia é mais fácil, e já está criada uma espécie de BD. Com a colaboração de todos os que quiserem: viewtopic.php?f=33&t=119466
Celso.
Saúde e Fraternidade.
Os meus leilões

Avatar do Utilizador
numisiuris
Reinado D.Sancho I
Mensagens: 2544
Registado: sexta abr 11, 2014 7:07 am

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por numisiuris » segunda mar 09, 2020 3:23 pm

Eu não insinuei nada. Disse.

FREANUMIS
Reinado D.Carlos
Mensagens: 117
Registado: quarta dez 19, 2012 11:31 pm

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por FREANUMIS » segunda mar 09, 2020 3:38 pm

Infelizmente he gente neste meio que se quer impor à força toda,os cães ladram e a passa.
_________________
FREANUMIS MEGA LEILOES - http://megaleiloes.pt/leiloes-de-FREANUMIS
COMPRO E VENDO TODO O TIPO DE MOEDAS E NOTAS,NACIONAIS E ESTRANGEIRAS
TLM-968067020 - freanumis@gmail.com - site - WWW.FREANUMIS.COM

Avatar do Utilizador
Mmatos
Reinado D.João II
Mensagens: 1175
Registado: segunda nov 08, 2004 4:35 pm
Localização: Lisboa/Caxias

Re: Partilha de dados numéricos das amostras recolhidas em estudos de numismática

Mensagem por Mmatos » terça mar 10, 2020 1:27 am

numisiuris Escreveu:
segunda mar 09, 2020 2:25 am
...
Deve-se, numa sociedade de informação cada vez mais sofisticada, proteger a numismática alimentando o misticismo do desconhecimento?

Ou, de outro modo, deve-se promover a informação e desse modo proteger a numismática?

Por outro lado, devem as amostras numéricas ser divulgadas? Ou devem os estudiosos escondê-las do leitor? Assim se protegendo a numismática?

Gostava de ouvir as opinioes dos foristas sobre este tema. Porque se a divulgaçao das amostras se revelar danosa para a numismática, terei que repensar o rumo de alguns estudos de cunhagem manual que tenho em curso. Não quero pensar pela minha cabeça apenas. Quero saber o que os demais foristas acham.
A prova maior que a "informação" (sendo "informação", neste caso, o conhecimento sobre a maior ou menor escassez de um determinado espécime numismático) afecta este nosso mundo das moedas, está no que se passa com as moedas da República. Muitos se lembram os preços astronómicos que algumas moedas ostentavam e a que eram transaccionadas há cerca de 25 anos +-. Hoje em dia, muitos desses exemplares aparecem a menos de um terço ou mesmo um quarto do valor que tinham nessa altura. Porquê esta descida de valor? A NET com o acesso que todos têm à mesma, veio mostrar que moedas que eram consideradas escassas, existiam em quantidades muito superiores às que antes se percepcionava, quando esse conhecimento era partilhado apenas por meia-dúzia de comerciantes. Mas este conhecimento generalizado afectou, não a numismática, mas sim o comércio de moedas (e respectivo lucro associado), que muitos confundem com numismática. Acho que o busílis da questão está neste ponto - a confusão entre comércio de moedas e numismática. A numismática é a ciência que estuda as moedas e a história a elas ligada. O comércio de moedas serve-se do interesse que os coleccionadores (alguns deles numismatas) têm pelas moedas para lucrar o máximo que podem, muitas vezes não olhando a meios para atingir os fins - veja-se o caso das chamadas moedas restauradas, que muitas vezes não passam de autênticas invenções que nada têm a ver com o estilo original da moeda. O choque está aqui - a muitos comerciantes a existência de conhecimento e divulgação numismática, tornando as pessoas mais cultas, mais atentas e não tão fáceis de enganar, impede-os de vender gato por lebre, coisa que antes era muito mais fácil. Não quero dizer com isto que todos os comerciantes são assim, felizmente existem algumas honrosas excepções... só que como todas as excepções, são em número menor dos que não são excepção.

Responder

Voltar para “Monarquia Portuguesa - Cunhagem Manual”