Peça da coroação em leilão Heritage

Moderador: Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
Paul Gerritsen Plaggert
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4222
Registado: sexta fev 01, 2008 3:44 am
Localização: São Paulo -SP Brasil

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por Paul Gerritsen Plaggert » terça dez 17, 2013 12:36 pm

Gostaria de saber se alguém aqui já teve alguma moeda confiscada pelo IPHAN?


PECVNiA NON OLET

Avatar do Utilizador
mbrodrigues
Reinado D.Afonso VI
Mensagens: 667
Registado: quarta set 19, 2012 12:03 pm
Localização: Rio de Janeiro

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por mbrodrigues » terça dez 17, 2013 12:52 pm

E o IPHAN faz alguma fiscalização, tem algum fiscal ?
Se o IPHAN for na Feira da Praça XV, vai encher uns dois caminhões, e eles vão ter um local apropriado e seguro para guardar esse material ?
Fica entre nós, o IPHAN não tem estrutura e nem pessoal para isso.
Marcio B. Rodrigues
mbr1976@gmail.com
Rio de Janeiro - RJ
BRASIL
PECUNIA TOTUM CIRCUMIT ORBEM

Avatar do Utilizador
rpiletti
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 205
Registado: quarta jul 27, 2011 7:39 pm
Localização: Bento Gonçalves/RS BRASIL

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por rpiletti » terça dez 17, 2013 1:01 pm

Paul Gerritsen Plaggert Escreveu:Gostaria de saber se alguém aqui já teve alguma moeda confiscada pelo IPHAN?
Paul,
Creio que para tal órgão só é válido confiscar algo de bom valor monetário. 960 réis de 500 "pilá" nem passa pela relação deles. Talvez algum colecionador de peças raras ou de ouro já tenha tido algum problema. Eu estou livre disso :)
Compro Réis - 960, 640, 320, 160 e 80.
Diga não às réplicas chinesas.
Engº Civil Robson Heitor Piletti
Bento Gonçalves/RS

Avatar do Utilizador
rpiletti
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 205
Registado: quarta jul 27, 2011 7:39 pm
Localização: Bento Gonçalves/RS BRASIL

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por rpiletti » terça dez 17, 2013 1:04 pm

Refresh Current Bid: $170,000
w/ Buyer's Premium (BP) Buyer's Premium: $199,750.00

Valor em R$ pela cotação de agora: R$463.300,15
Compro Réis - 960, 640, 320, 160 e 80.
Diga não às réplicas chinesas.
Engº Civil Robson Heitor Piletti
Bento Gonçalves/RS

Avatar do Utilizador
Paul Gerritsen Plaggert
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 4222
Registado: sexta fev 01, 2008 3:44 am
Localização: São Paulo -SP Brasil

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por Paul Gerritsen Plaggert » terça dez 17, 2013 2:12 pm

rpiletti Escreveu:
Paul Gerritsen Plaggert Escreveu:Gostaria de saber se alguém aqui já teve alguma moeda confiscada pelo IPHAN?
Paul,
Creio que para tal órgão só é válido confiscar algo de bom valor monetário. 960 réis de 500 "pilá" nem passa pela relação deles. Talvez algum colecionador de peças raras ou de ouro já tenha tido algum problema. Eu estou livre disso :)
Eu acredito que eles por enquanto, somente fiscalizem o que é encontrado arqueologicamente, ou o que se faça muita mídia acima.
Eles não sabem por exemplo quem somos, o que colecionamos, ou se temos moedas rarissimas coloniais ou imperiais. O negócio é controlar a vaidade e não espalhar aos quatro ventos.
Conheço dois colecionadores de São Paulo, Capital, que tem em suas coleções os florins holandeses da GWC. Inclusive já os tive em mãos para ver. Certamente, o IPHAN também não sabe nada sobre isso.
E acho que pouco provavelmente tem alguém de lá do órgão controlando o leilão da Heritage.
O máximo que poderiam fazer, é impor pesados tributos sobre a peça, se descobrirem que ela entrou no país.
Mas como todo o cuidado é pouco, prefiro deixar o que tenho somente ao meu campo de visão! Se eu tivesse ou ganhasse uma, ninguém saberia...:thumbs:
Nunca se sabe como será o amanhã, com esse governo petista.
PECVNiA NON OLET

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15683
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por doliveirarod » terça dez 17, 2013 2:34 pm

O IPHAN não pode sair por aí confiscando nada, isso é lenda urbana... Seria contra a lei, contra o direito de propriedade e etc... A própria CF/88 baniu a possibilidade (pelo menos em tese) de confisco de bens por parte do Estado.

O que ocorre é que, para variar, o Brasil tem uma lei obtusa, antiga, e de natureza "socializante" (fadada, portanto, ao fracasso). A lei diz que qualquer coisa com valor arqueológico ou numismático, seja lá onde for achada, pertence à União. Ponto.

Não é difícil perceber o que na prática advém disso aí. Se o achador não tem direito a absolutamente nada, a não ser o de entregar tudo e ser investigado (tava fazendo o que ali?), naturalmente se cala, e absolutamente nada do que é achado vai para as entidades públicas.

Então, o IPHAN pode lhe tomar algo? Sim, se efetivamente comprovar que saiu de um achado (uma botija, por exemplo). Lembro que estavam querendo tomar os patacões que acharam numa praia perto de Recife. Sabe quantos pegaram? Nenhum... O povo "correu" com eles (ora, era muito mais negócio vender aos turistas curiosos e aos comerciantes que foram correndo p/ lá). Na prática a lei é isso, pura ineficiência. A prova é dificílima, na maior parte das vezes impossível.

Mas o IPHAN não pode chegar na sua casa "tomando tudo", como pensam alguns, isso é conversa. Não é proibido colecionar no Brasil (aí seria burrice demais da parte do legislador). Nesse caso, quem vai lembrar de vc é a Receita, que vai querer (em tese) saber onde vc anda comprando.

E o IPHAN? Nada tem com isso, a não ser se o Estado quiser desapropriar (o que não vaio querer nunca), mas aí tem que pagar indenização prévia.

É isso. A moeda da coroação, se vier p/ cá, tem que fugir do leão da Receita, não do IPHAN.
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Avatar do Utilizador
mbrodrigues
Reinado D.Afonso VI
Mensagens: 667
Registado: quarta set 19, 2012 12:03 pm
Localização: Rio de Janeiro

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por mbrodrigues » terça dez 17, 2013 2:39 pm

O leilão está em andamento ou é o valor do lance mínimo em reais R$463.300,15 ?
Marcio B. Rodrigues
mbr1976@gmail.com
Rio de Janeiro - RJ
BRASIL
PECUNIA TOTUM CIRCUMIT ORBEM

Avatar do Utilizador
rpiletti
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 205
Registado: quarta jul 27, 2011 7:39 pm
Localização: Bento Gonçalves/RS BRASIL

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por rpiletti » terça dez 17, 2013 3:43 pm

mbrodrigues Escreveu:O leilão está em andamento ou é o valor do lance mínimo em reais R$463.300,15 ?
Esta em andamento, esse é ou era o lance atual. P/ ficar com ela tem que dar o implemento mínimo. Que penso ser uns 5k.
Compro Réis - 960, 640, 320, 160 e 80.
Diga não às réplicas chinesas.
Engº Civil Robson Heitor Piletti
Bento Gonçalves/RS

Avatar do Utilizador
rpiletti
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 205
Registado: quarta jul 27, 2011 7:39 pm
Localização: Bento Gonçalves/RS BRASIL

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por rpiletti » terça dez 17, 2013 3:47 pm

doliveirarod Escreveu:O IPHAN não pode sair por aí confiscando nada, isso é lenda urbana... Seria contra a lei, contra o direito de propriedade e etc... A própria CF/88 baniu a possibilidade (pelo menos em tese) de confisco de bens por parte do Estado.

O que ocorre é que, para variar, o Brasil tem uma lei obtusa, antiga, e de natureza "socializante" (fadada, portanto, ao fracasso). A lei diz que qualquer coisa com valor arqueológico ou numismático, sejá lá onde for achada, pertence à União. Ponto.

Não é difícil perceber o que na prática advém disso aí. Se o achador não tem direito a absolutamente nada, a não ser o de entregar tudo e ser investigado (tava fazendo o que ali?), naturalmente se cala, e absolutamente nada do que é achado vai para as entidades públicas.

Então, o IPHAN pode lhe tomar algo? Sim, se efetivamente comprovar que saiu de um achado (uma botija, por exemplo). Lembro que estavam querendo tomar os patacões que acharam numa praia perto de Recife. Sabe quantos pegaram? Nenhum... O povo "correu" com eles (ora, era muito mais negócio vender aos turistas curiosos e aos comerciantes que foram correndo p/ lá). Na prática a lei é isso, pura ineficiência. A prova é dificílima, na maior parte das vezes impossível.

Mas o IPHAN não pode chegar na sua casa "tomando tudo", como pensam alguns, isso é conversa. Não é proibido colecionar no Brasil (aí seria burrice demais da parte do legislador). Nesse caso, quem vai lembrar de vc é a Receita, que vai querer (em tese) saber onde vc anda comprando.

E o IPHAN? Nada tem com isso, a não ser se o Estado quiser desapropriar (o que não vaio querer nunca), mas aí tem que pagar indenização prévia.

É isso. A moeda da coroação, se vier p/ cá, tem que fugir do leão da Receita, não do IPHAN.
Por isso que tenho quase certeza que essa moeda não voltará ao Brasil. Se for via fedex/tnt/usps etc é taxada na hora que entrar, fora que quem seria maluco de usar um serviço assim p/ um bem tão valioso? O seguro deve ser outra fortuna e o risco tremendo.
Voltar com a peça junto de si em um voo comercial? Haja sangue frio, se a receita parar o cidadão, são praticamente 100% de imposto, são litros de suor com o nervosismo. :think:
Não vejo como entrar no país com este objeto sem pagar imposto
Compro Réis - 960, 640, 320, 160 e 80.
Diga não às réplicas chinesas.
Engº Civil Robson Heitor Piletti
Bento Gonçalves/RS

Avatar do Utilizador
doliveirarod
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 15683
Registado: terça nov 09, 2004 2:50 am
Localização: Brasil

Re: Peça da coroação em leilão Heritage

Mensagem por doliveirarod » terça dez 17, 2013 4:30 pm

Dá p/ passar, o objeto é pequeno, e vc não iria dizer à Receita o que é nem o quanto custou, correto? Eles tinham que descobrir, e não são habilitados p/ isso.
Passa... Eu botava dentro da cueca! :)
Sinto muito... :)
http://www.megaleiloes.com/leiloes.php? ... liveirarod ML - http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_14426169
"O colecionador é um homem mais feliz"
DIGA "NÃO" ÀS FALSIFICAÇÕES CHINESAS - Não colabore com mercado criminoso

Responder

Voltar para “Império (1823-1889)”