Ásia Menor - Eólia - Mirina, séc. IV-III a.C.

Moderadores: Paul Gerritsen Plaggert, Marcelo Leal, Moderador de Honra

Responder
Avatar do Utilizador
Pedro Matos
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 244
Registado: sexta ago 22, 2008 7:12 pm
Localização: Póvoa de Varzim

Ásia Menor - Eólia - Mirina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por Pedro Matos » quinta set 24, 2020 9:41 pm

Moeda de bronze
Ásia Menor - Eólia - Mirina
No anverso cabeça de Atena com elmo virada para a direita
No reverso ânfora, com a legenda MY-PI
3,48 g / 26 mm
Séc. IV-III a.C.

Imagem
Última edição por Pedro Matos em sábado set 26, 2020 2:59 pm, editado 1 vez no total.


Pedro Matos

NIL SATIS NISI OPTIUM

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6862
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: Ásia Menor - Eólia - Myrina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por fernanrei » sexta set 25, 2020 7:30 am

Excelente moeda em todos os aspectos. Apraz-me salientar a clareza dos detalhes que, por força do seu elevado estado de conservação, permite-nos apreciar com elevado padrão a beleza da cunhagem daquela época. :clap3:
"Quod erat demonstrandum"

Avatar do Utilizador
Pedro Matos
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 244
Registado: sexta ago 22, 2008 7:12 pm
Localização: Póvoa de Varzim

Re: Ásia Menor - Eólia - Myrina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por Pedro Matos » sexta set 25, 2020 3:35 pm

fernanrei Escreveu:
sexta set 25, 2020 7:30 am
Excelente moeda em todos os aspectos. Apraz-me salientar a clareza dos detalhes que, por força do seu elevado estado de conservação, permite-nos apreciar com elevado padrão a beleza da cunhagem daquela época. :clap3:
A parte boa de olhar para as moedas de que se gosta é que é uma vista que nunca fica velha. :biglaugh: :beer:
Um abraço
Pedro Matos

NIL SATIS NISI OPTIUM

Avatar do Utilizador
silvio2
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6372
Registado: sexta jun 28, 2013 4:10 pm
Localização: Leiria (Distrito)

Re: Ásia Menor - Eólia - Myrina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por silvio2 » sexta set 25, 2020 5:34 pm

Obrigado, caro Pedro, por compartilhar connosco este bonito exemplar. :D
Parabéns! :thumbupleft:
Cumprimentos,
Sílvio Silva

Avatar do Utilizador
Pedro Matos
Reinado D.Pedro V
Mensagens: 244
Registado: sexta ago 22, 2008 7:12 pm
Localização: Póvoa de Varzim

Re: Ásia Menor - Eólia - Mirina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por Pedro Matos » sábado set 26, 2020 3:10 pm

Para Heródoto e Veleyus Patérculo, os fundadores de Mirina foram Eólios da Beócia e da Tessália, que teriam colonizado a costa ocidental da Ásia Menor e fundado doze cidades, incluindo Mirina.
Segundo Plínio, o Velho, foi apelidada de Sebastópolis.
Esteve sob o governo de Creso , rei da Lídia , e depois sob o de Ciro II , o Grande Rei Aquemênida .
Xenofonte relata que durante a guerra fratricida entre Ciro, o Jovem, e Artaxerxes II , este último entregou Mirina a Góngilo , um erétrio que havia sido exilado de sua cidade natal por favorecer os interesses do Império Aquemênida.
A cidade pertencia à Liga de Delos , para a qual pagava um talento por  ano (Esmirna contribuiu com doze).

A cidade cunhou moedas de prata no século IV a.C. , e bronze no IV e III a.C..

Em 218 a. C. , Atalo I conquistou Eólida e Mirina passou a pertencer ao Reino de Pérgamo . As relações entre Pérgamo e Mirina eram importantes; pode-se citar, por exemplo, o fato de Eumenes II ter escolhido um habitante de Mirina para anunciar ao mundo grego a primeira celebração da Nikeforia trietérica de 181 a.C.. Além disso, Pérgamo alcançou grande prosperidade após a Paz de Apamea em 188 a. C., e portanto as cidades que estavam sob seu domínio, como Mirina.

Foi ocupada pelo rei macedónio Filipe V , mas os romanos obrigaram-no a evacuar e declararam-na um lugar livre.

Por duas vezes sofreu fortes terramotos, a primeira vez durante o reinado de Tibério. O segundo terramoto ocorreu durante o reinado de Trajano. Foi reconstruída após as duas catástrofes e continuou a existir.

Pouco se sabe sobre os seus recursos financeiros. O seu tráfego marítimo e fluvial era subdesenvolvido. A única atividade conhecida era a produção de terracota. O santuário do Grinio também deveria ser uma fonte de receita não desprezível, somada à receita relatada pelo trânsito de peregrinos pela estrada romana construída no século II a.C. que Mirina cruzou em direção a este santuário, além das oriundas do abrigo localizado entre Esmirna e Pérgamo.
Pedro Matos

NIL SATIS NISI OPTIUM

Avatar do Utilizador
fernanrei
Reinado D.Afonso Henriques
Mensagens: 6862
Registado: terça mar 28, 2017 8:00 pm

Re: Ásia Menor - Eólia - Myrina, séc. IV-III a.C.

Mensagem por fernanrei » domingo set 27, 2020 7:27 am

Pedro Matos Escreveu:
sexta set 25, 2020 3:35 pm
fernanrei Escreveu:
sexta set 25, 2020 7:30 am
Excelente moeda em todos os aspectos. Apraz-me salientar a clareza dos detalhes que, por força do seu elevado estado de conservação, permite-nos apreciar com elevado padrão a beleza da cunhagem daquela época. :clap3:
A parte boa de olhar para as moedas de que se gosta é que é uma vista que nunca fica velha. :biglaugh: :beer:
Um abraço
Sem dúvida, com poucas palavras disse muito.
"Quod erat demonstrandum"

Responder

Voltar para “Gregas”