Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo Geral

Moderador: Moderador de Honra

Avatar do Utilizador
Rogbert
Reinado D.Maria I
Mensagens: 492
Registado: quinta set 02, 2010 2:07 pm
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo Geral

Mensagempor Rogbert » sexta mar 28, 2014 6:48 pm


    Kurt Prober em seu catálogo de cobre fala que as peças de 37 1/2 réis e 75 réis não foram incluías no Carimbo Geral, e que quando aparecem o foram por "Má interpretação da Lei".

    Não há motivos pra duvidar, mas é sempre bom quando se acha algo que se comprova o escrito. Pesquisando na internet achei o CORREIO OFFICIAL do Rio de Janeiro de 16 de março de 1836, que responde a um aparente questionamento de se aplicar o Carimbo Geral em moedas de 75 réis em Goiás. Não fala do 37 1/2, mas se imagina que seria a mesma interpretação. O texto nos dá as seguintes certezas.

    - O Carimbo Geral oficialmente não era pra se aplicar nas peças de 37 1/2 réis e 75 réis.
    - Houve mesmo má interpretação, tanto que a orientação teve que ser confirmada no texto abaixo para sanar a dúvida.
    - A raridade das peças de 37 1/2 réis e 75 réis deve-se também ao fato que as mesmas não deveriam retornar a circulação mesmo carimbadas, e sim inutilizadas após recolhidas.

    Abaixo a imagem do texto. Em verde o ponto que destaca o 75 Réis, o texto começa pouco acima:

    Imagem

Avatar do Utilizador
Leandro Numismata
Reinado D.José
Mensagens: 500
Registado: sexta jul 23, 2010 4:20 pm
Localização: Porto Velho,Rondônia,Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Leandro Numismata » sexta mar 28, 2014 9:34 pm

Olá Rogério.

Que importante documento que você achou!
Não é conclusivo, mas tudo indica que o Prober estava mesmo certo, no que diz respeito à aplicação dos carimbos gerais nas moedas de 37 1/2 e 75 réis.
Por outro lado, de certa forma o documento derruba a explicação do catálogo Bentes de que não se trata de erro e que as moedas nos valores citados eram carimbadas pelo seu peso.
Quem sabe pode ser também que Prober e Bentes estejam certos e que seus argumentos se completam.
De qualquer forma, parabéns por esse importante achado. Mais uma peça no grande quebra-cabeça da história dos cobres brasileiros.
Compro moedas de cobre brasileiras com carimbo do Pará e do Maranhão.

Leandro Guimarães Ribeiro
Porto Velho - Rondônia, Brasil.

fgmjlle
Reinado D.Maria I
Mensagens: 482
Registado: terça mai 18, 2010 1:18 am

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor fgmjlle » sexta mar 28, 2014 10:27 pm

Muito interessante. Obrigado por partilhar

Avatar do Utilizador
Rogbert
Reinado D.Maria I
Mensagens: 492
Registado: quinta set 02, 2010 2:07 pm
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Rogbert » sexta mar 28, 2014 11:02 pm

    Caro Leandro,

    Se posso lhe dar um conselho, é não discordar do que diz o Prober sem pesquisar muito. Não que ele tenha razão em tudo que escreveu, mas o que escreveu o fez com muita pesquisa e conhecimento, e lembre que na época não havia internet, era tudo papel e alguns muito difíceis de conseguir. Prober era um numismata difícil, mas com muito conhecimento. O catálogo Bentes é um trabalho fantástico para quem quer aprender numismática, muito do que levei 13 anos para conhecer, ler, estudar e compartilhar de outros numismatas com décadas de trabalho na área está ali, mas nem tudo que está lá é aceito por todos, e a dúvida é ótima, se te faz pesquisar para descobrir mais. Se é para tirar a dúvida, nada como conversar e pesquisar.
    Sobre o texto, o que pode dizer é que oficialmente as peças não deveriam ser carimbadas, mas por engano o foram, até por que estão muitas delas ai.
    O caso é que a dúvida existiu, e alguns locais carimbaram relativo ao peso, lembre que na época, mesmo o jornal para chegar do Rio a Goiás, deveria passar dias ou semanas, podiam ser meses ? Qual seria a frequencia de uma tropa de burros seguir do Rio para Goiás ? Sei lá. E a carimbagem ocorria em diversos locais, alguns podem nem ter recebido a notícia, e com a ordem dúbia e que em geral o que dizia era para o cobre se carimbar conforme o peso, alguns locais devem ter seguido este critério, carimbar pelo valor 10 em 37 1/2 e 20 em 75 réis, embora a ordem original era retirar estas de circulação completamente.
    Na pratica não muda o fato que as peças carimbadas existem, o único detalhe é apenas confirmar o que Prober fala, que a lei não mandava carimbar estas, mas por erro muitas o foram. Isso muda algo significativo em relação as peças ? Não. Apenas confirma que oficialmente não deveriam, mas foram.

    Um abraço,

    Rogério






Avatar do Utilizador
VJFOG
Reinado D.Manuel II
Mensagens: 97
Registado: terça abr 03, 2012 1:23 am

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor VJFOG » segunda mar 31, 2014 11:29 pm

Parabéns Rogério por ter achado importante documento. :thumbupleft:
Julgo importante porque além de confirmar o que Prober já havia afirmado, este achado nos lembra que ainda há muito espaço para estudos e pesquisas sobre nossa história numismática, inclusive em pesquisas documentais.

Obrigado por compartilhar com todos nós!

Vitor

Avatar do Utilizador
Rogbert
Reinado D.Maria I
Mensagens: 492
Registado: quinta set 02, 2010 2:07 pm
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Rogbert » terça abr 01, 2014 12:18 pm

    Caro Vitor,

    Grato pelas suas palavras. Acho que pesquisar o assunto é algo que todo numismata gosta, saber mais sobre a história daquela sua peça especial. E uma opinião que tenho, na numismática em geral quase tudo que era relevante e de vulto já foi pesquisado pelos numismatas do passado, mas sempre é interessante encontrar um fato novo, mesmo que não seja nada de relevante, as vezes apenas uma curiosidade.

    Andei pesquisando muito para tentar achar algo novo, mas só achei curiosidades, uma que gostei é a descrita no CORREIO OFFICIAL de outubro de 1835.
    É uma ordem para cunhar 180 cunhos do carimbo geral, e pelo texto se entende que são 180 de cada valor, interessante que se percebe a quantidade de cunhos que foram feitos (na primeira remessa, ouve outras).
    Mas o que nunca tinha ouvido falar é que foram mandadas fazer "90 colleções de moedas de cobre de 80, 40 e 10 rs." para serem enviadas junto com os cunhos para servirem de referência na hora de comparar a moeda falsa da verdadeira. Não diz se era uma de cada valor, ou de cada valor e data, mas eu adoraria achar umas destas "colleções". Abre ai a possibilidade que ou a Casa da Moeda do Rio usou peças recolhidas, tinha peças antigas guardadas, ou até mesmo cunhou cobres nem que fossem algumas dezenas. O mais provável é que tenha usado peças recolhidas em melhor estado, mas é interessante o fato.

    O texto está abaixo, marcado em verde no ponto que fala do assunto.

    Imagem



Avatar do Utilizador
Leandro Numismata
Reinado D.José
Mensagens: 500
Registado: sexta jul 23, 2010 4:20 pm
Localização: Porto Velho,Rondônia,Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Leandro Numismata » terça abr 01, 2014 9:18 pm

Olá Rogério,

Depois de seus apontamentos dirigidos a mim e ao Vitor, tenho o dever de parabenizá-lo e ao mesmo tempo agradecer por compartilhar conosco essas informações.
Suas pesquisas me estimulam a pesquisar também. Por favor, pode dizer como realiza as suas pesquisas? Procura em algum arquivo digital, algum site específico?
Meus cumprimentos.
Compro moedas de cobre brasileiras com carimbo do Pará e do Maranhão.

Leandro Guimarães Ribeiro
Porto Velho - Rondônia, Brasil.

Avatar do Utilizador
Rogbert
Reinado D.Maria I
Mensagens: 492
Registado: quinta set 02, 2010 2:07 pm
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Rogbert » terça abr 01, 2014 10:01 pm

    Caro Leandro,

    Se tiver tempo, pesquisar sempre é interessante. Tenho achado estes textos no site da Biblioteca Nacional (http://www.bn.br/) eles fizeram um trabalho de digitalização do material, e está disponível para pesquisa. Para pesquisar use o link abaixo :

    http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx

    Daí é só escolher o período, datas, etc e pesquisar. Creio que poderá achar muita coisa interessante.
    Só tem um problema, antigamente eu conseguia salvar o documento com botão direito, salvar. Agora não é mais possível, tem que tentar de maneira diferente.
    Tenho umas 2 dúzias de textos sobre fatos interessantes, pretendo ir colocando conforme os temas apareçam, então creio que você pode achar muito material.
    Alguns temas que tenho algo guardado falando de :
    - Carimbo do Maranhão e Ceará
    - Carimbo Primitivo do Império
    - Carimbo Geral - Inutilização de Cobre de fora do RJ
    - Câmbios de prata e cobre 1845 e após.
    - Dados da recolha do cobre
    - Quantidades de remessas de Carimbos Gerais para as províncias.
    Não é nada de novo, nem que mude o que sabemos no geral, mas são curiosidades interessantes para entender como era o processo, e que ele realmente aconteceu e seu período aproximado. Tenho uma página que fala sobre o carimbo do Pará, como sei que lhe interessa, vou colocar no outro tópico de carimbo de 10 em moeda de Cuiabá.
    Outra coisa interessante que vai ver, que para mim não bem entendido, é que o cobre foi recolhido desde 1833 e carimbado só em 1835. Por isso os carimbos Pará, Maranhão e Ceará acabaram existindo, existia muito cobre recolhido, e as circunstâncias e a necessidade, junto a demora de uma posição oficial do que fazer com cobre fez estes carimbos serem criados. Então, o carimbo do Pará veio antes do Geral, creio que muita gente pensa o contrário...

    Um abraço e boa pesquisa.


Avatar do Utilizador
Leandro Numismata
Reinado D.José
Mensagens: 500
Registado: sexta jul 23, 2010 4:20 pm
Localização: Porto Velho,Rondônia,Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Leandro Numismata » quarta abr 02, 2014 12:49 am

Olá Rogério.

Agradeço pela dica de pesquisa.

Rogbert Escreveu:
    Então, o carimbo do Pará veio antes do Geral, creio que muita gente pensa o contrário...




Sim, o carimbo do Pará foi aplicado antes do carimbo geral e em duas ocasiões: Bando de 14/1/1835, que determinou a aplicação sobre moedas de 80 e 40 réis de Cuiabá e depois, pelo Bando de 6 de março de 1835, para se aplicar o carimbo nas moedas de 20,40 e 80 réis da Bahia e do Rio, além das peças coloniais, tanto de módulo maior, quanto de módulo menor.

Um abraço.
Compro moedas de cobre brasileiras com carimbo do Pará e do Maranhão.

Leandro Guimarães Ribeiro
Porto Velho - Rondônia, Brasil.

Avatar do Utilizador
Rogbert
Reinado D.Maria I
Mensagens: 492
Registado: quinta set 02, 2010 2:07 pm
Localização: Curitiba - Parana - Brasil

Re: Confirmação de que 75 réis não foi incluido no carimbo G

Mensagempor Rogbert » sábado abr 26, 2014 6:16 pm

    Caros Colegas,

    Demorou um pouco, mas achei a ORDEM 110 de 22 de Fevereiro de 1836, que fala sobre não cunhas as moedas de 75 reis. Fica ai então a Lei que diz que não deveriam ser carimbadas estas peças, mas sim recolhidas e inutilizadas. Então as que hoje encontramos, foram realmente carimbadas por má interpretação da Lei.

    Imagem

    Na verdade acho cada vez mais informações que a carimbagem deveria ocorrer primordialmente somente nas peças do Rio, pois as funções do Carimbo Geral, seriam 3.
    1 - Retirar o cobre falso de circulação.
    2 - Padronizar o valor das moedas pelo seu peso.
    3 - Retirar o excesso cobre do meio circulante, retirando mesmo o cobre considerado legal, pois após a carimbagem ninguem seria obrigado a aceitar mais que 1$000 em moeda de troco.
    Mas abaixo um artigo falando que na falta da moeda do Rio, as provinciais poderiam ser carimbadas, o que pode mesmo ter gerado a dúvida acima.

    Imagem



Voltar para “Império (1823-1889)”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante